Notícias / Santarém

DECISÃO DA JUSTIÇA

Militar suspeito de matar cabeleireira em Santarém é colocado em liberdade

segunda-feira, 29/07/2019, 16:18 - Atualizado em 29/07/2019, 16:18 - Autor: Marli Portilho


José Marcílio Silva cumpria prisão temporária.
José Marcílio Silva cumpria prisão temporária. | Reprodução

O principal suspeito da morte da cabeleireira Márcia Cristina de Matos, 40 anos, o militar reformado do Exército, José Marcílio Costa da Silva, foi colocado em liberdade.

Ele ficou 30 dias recolhido no quartel do 8º BEC onde cumpriu prisão temporária. Segundo a polícia, não havia elementos suficientes para uma prisão preventiva.

O crime aconteceu  no bairro do Uruará, no município de Santarém, no oeste do Estado no dia 2 de abril deste ano. 

A cabeleireira apresentava diversas lesões pelo corpo e estava com um lençol amarrado em volta do pescoço, o que indica que possivelmente tenha sido estrangula. 

José Marcílio foi preso no dia 28 de junho, pela equipe da Delegacia Especializada de Homicídios da Polícia Civil de Santarém, comandada pelo delegado Dmitri Teles.

O acusado mantinha um relacionamento amoroso com a vítima, e segundo as investigações, ele teria estado na casa da Márcia no dia em ela foi encontrada morta.


Conteúdo Relacionado


0 Comentário(s)

MAISACESSADAS