Notícias / Polícia

Polícia

Facção criminosa mata estudante em Parauapebas

quarta-feira, 15/05/2019, 14:24 - Atualizado em 15/05/2019, 14:45 - Autor:


O corpo da jovem Maria Eduarda Silva Azevedo, de 16 anos, foi encontrado na manhã desta quarta-feira (15) na região conhecida como Morro do Macaco, localizada no bairro Rio Verde, em Parauapebas, região sudeste do Pará.


Segundo o site Papo Carajás, a ultima vez que a jovem manteve contato com a família foi quando os pais a deixaram na escola estadual Euclides Figueiredo, na tarde de terça-feira (14), onde estudava o segundo ano do ensino médio. Desde então, não retornou para sua residência localizada nas Casas Populares II.


Um vídeo passou a circular, no aplicativo Whatsapp, na mesma noite em que a estudante desapareceu. Ainda segundo o Papo Carajás, as imagens mostram as mãos de dois homens, supostamente os assassinos de Maria Eduarda, dando um recado. “Aqui é o Comando Vermelho p..., nós quem manda. Essa molecada que tá fechando com o PCC aí tudo vão morrer assim, aqui é tudo doido, aqui em Parauapebas é tudo 2”, dizem os integrantes no vídeo.  Por meio deste vídeo, o tio da vítima, reconheceu o corpo como sendo da sobrinha e avisou a polícia sobre o incidente. Porém na terça-feira (14), ninguém conseguiu localizar onde o corpo estava.


De acordo com a Polícia Civil, um inquérito foi instaurado nesta quarta-feira (15) para apurar o assassinato da adolescente. Uma equipe da Delegacia de Homicídios de Parauapebas, acompanhada por peritos criminais, estiveram no local para iniciar as investigações.


A menor foi morta a golpes de objeto cortante no pescoço. O corpo foi removido para passar por exame de necropsia. As imagens e outras informações coletadas no local do crime serão usadas nas investigações. O inquérito policial tem prazo legal de até 30 dias para ser concluído.


(DOL, com informações do site Papo Carajás)

Conteúdo Relacionado


4 Comentário(s)

Exibir mais comentários

MAISACESSADAS