Notícias / Notícias Pará

NOVO EFETIVO

Pará terá mais 530 PMs nas ruas após a saída da Força Nacional

terça-feira, 25/06/2019, 07:10 - Atualizado em 26/06/2019, 10:46 - Autor: eu null


Noventa dias após a chegada do reforço no combate à criminalidade na Grande Belém, a Força Nacional deixa o Pará. A permanência do efetivo federal e de 40 viaturas, de acordo com o secretário de Segurança Pública, Ualame Machado, foi positiva. “A Força Nacional veio nos trazer a integração, a parceria e o know-how que a Segurança Nacional tem em atuar em cidades com uma segurança complexa”, avaliou.


Segundo o titular da Segup, a partir desta semana, inicia-se uma nova fase de atuação da polícia. “A Força Nacional permaneceu aqui pelo período necessário enquanto nós formávamos o efetivo para que nós pudéssemos fazer esse trabalho de intensificação nesses bairros. Agora formamos no total de 530 policiais, 100 em Marabá e 430 na Região Metropolitana de Belém. Então saíram agora 200 policiais da Força Nacional e nós vamos entrar com 430 na Região Metropolitana nos mesmos bairros em que a Força Nacional estava atuando”, disse.


Para ele, a redução em 27% na taxa de criminalidade, registrada nos cinco primeiros meses do ano, é resultado de uma somatória de fatores. “A Força Nacional começou a atuar no dia 25 de março, mas desde 2 de janeiro estávamos intensificando as ações da polícia, ou seja, ela colaborou sim com a redução dos índices de criminalidade, porém isso não é mérito apenas da Força Nacional. É resultado de toda uma estratégia, até porque quando ela chegou, a Polícia Militar já vinha mantendo essa média de redução de 27% da criminalidade”, argumentou.


O secretário esclarece ainda que o reforço federal chegou para atuar em uma ação planejada. “Usamos a Força Nacional exatamente nos sete bairros que vínhamos trabalhando mais intensamente. E para fazer isso, não tínhamos de onde tirar de imediato. Por isso pedimos esse apoio. Ela foi importante para que pudéssemos trocar informações, ajudaram no planejamento que foi feito em conjunto e para que a gente pudesse ter uma intensificação desse trabalho nos locais determinados. Foi uma experiência positiva”.



"A Força Nacional começou a atuar no dia 25 de março, mas desde 2 de janeiro estávamos intensificando as ações da polícia, ou seja, ela colaborou sim com a redução dos índices de criminalidade, porém isso não é mérito apenas da Força Nacional”, Ualame Machado, secretário de Segurança Pública do Pará. (Foto: Ney Marcondes)


NOVO EFETIVO


Além disso, as 40 viaturas que deixam o Pará juntamente com os agentes federais também serão substituídas. “Entregamos na última quarta-feira (19), 64 viaturas quatro rodas, sendo 50 caminhonetes e 14 carros menores, e 155 motos. Então vamos ter, em termos de viaturas, mais de 200 novos equipamentos”, adiantou.


Segundo Ualame Machado, a população não precisa temer pela retirada. “Foi uma parceria feita com o governo Federal de manter a Força Nacional aqui até que conseguíssemos formar um efetivo novo. Conseguimos fazer isso, agora podemos retirar a Força Nacional que a população não vai sentir, pelo contrário, vai sentir um aumento no efetivo”.


Ele lembra ainda que existe outro projeto do governo Federal, sem a participação do Estado, que deve trazer, em agosto, novamente efetivos federais para o Pará. “Dessa vez para o município de Ananindeua, mas por um projeto dele, inclusive 40 homens da Força Nacional da Polícia Judiciária já vão ficar, por conta desse projeto. Mas com relação à Força Nacional nesse período de 90 dias, ela já cumpriu o seu papel”, reiterou.


(Alexandra Cavalcanti/Diário do Pará)

Conteúdo Relacionado


4 Comentário(s)

Exibir mais comentários

MAISACESSADAS