Pará

Vingadores Ultimato é exibido para crianças em tratamento contra o câncer

quarta-feira, 15/05/2019, 13:03 - Atualizado em 21/05/2019, 11:54 - Autor:


As crianças que fazem tratamento contra o câncer, no Hospital Oncológico Infantil Octávio Lobo ganharam uma sessão exclusiva do filme Vingadores Ultimato, em Belém. O filme foi exibido na última terça-feira (14) no Shopping Bosque Grão-Pará.


Especialistas afirmam que atualmente o tratamento no combate ao câncer infantil melhorou muito, principalmente no quesito humanização.


De acordo com a supervisora de humanização do Hospital Oncológico Infantil Octavio Lobo, ações como essa ajudam a amenizar o cansaço da rotina hospitalar que são causadas pelo tratamento do câncer. Tirza Ferreira também conta que muitas crianças tiveram a chance de conhecer, pela primeira vez, uma sala de cinema.



Foto: Divulgação



Foto: Divulgação


“É um tratamento que a gente sabe que não é fácil, ele é prolongado, às vezes, agressivo ao paciente, e tudo o que pudermos fazer, para que eles tenham tratamento mais humanizado, a gente busca parceiros, tenta fazer tudo o que for possível para que eles se sintam mais acolhidos ainda”, declarou. O coordenador de marketing do Grão-Pará, João Vyctor Fonseca, falou da parceria com o hospital nessa iniciativa de responsabilidade social.“Nós ficamos imensamente felizes em poder participar da vida dessas crianças e tirá-las um pouquinho de dentro do hospital. Logo na recepção, dava para ver no olhar de cada um o quanto eles estavam muito alegres também de estar ali”, festejou João Vyctor.


Com pipoca e água, liberadas pelos nutricionistas das crianças e doadas pelo shopping, durante a sessão, os olhares estavam atentos ao telão e ansiosos por cada cena do filme. “O hospital sempre procura esse tipo de evento para as crianças, mas essa ideia do cinema eu achei muito bacana. A gente se divertiu bastante, os meninos puderam brincar, sorriram muito durante a sessão”, contou Luanny Barreto. Ela é mãe do paciente Leonardo Vinícius, que faz tratamento no Hospital Octávio Lobo, após ter retirado um tumor cerebral.


CÂNCER INFANTOJUVENIL


Segundo o Instituto Nacional do Câncer (Inca), estima-se que, até o final deste ano, serão registrados 420 mil novos casos de câncer infantojuvenil. Isso sem considerar o câncer de pele não melanoma. Uma vez que o percentual mediano dos tumores infantojuvenis observados nos RCBP brasileiros é de 3%, entende-se que ocorrerão 12.500 novos casos de câncer em crianças e adolescentes, até os 19 anos.


O Norte é a região que deve apresentar o menor número de ocorrências, com 1.200 novos casos. Em seguida, estarão o Sudeste e Nordeste, com os maiores números de casos novos, 5.300 e 2.900, respectivamente, seguidos pelas Regiões Centro-Oeste (1.800 casos novos) e Sul (1.300 casos novos).


(Com informações da assessoria)

Conteúdo Relacionado


4 Comentário(s)

Exibir mais comentários

MAISACESSADAS