JÁ REALIZOU?

Dia do Sexo: site divulga lista com os fetiches preferidos dos brasileiros

quarta-feira, 04/09/2019, 18:42 - Atualizado em 04/09/2019, 18:51 - Autor: DOL


A rede social adulta divulgou hoje quais seriam as "taras" mais comuns entre os brasileiros
A rede social adulta divulgou hoje quais seriam as "taras" mais comuns entre os brasileiros | Reprodução

Nesta sexta (6), os casais e os solteiros terão um incentivo a mais para comemorar, e viver, as aventuras sexuais: na data, é celebrado o Dia do Sexo, que pode ser uma boa oportunidade para realizar as fantasias do parceiro ou parceira. Para ajudar nessa ‘tarefa”, a rede social adulta Sexlog divulgou pesquisa com os fetiches que mais permeiam o imaginário dos brasileiros. 

Ménage à trois

Levar uma terceira pessoa (ou mais de uma) para a cama é a principal fantasia sexual dos brasileiros, de acordo com 60% dos homens e 53% das mulheres que responderam à pesquisa do Sexlog. 

Suruba

Há, ainda, quem ache que três nem sempre é demais. Segundo a pesquisa, 48,5% dos homens também revelaram sentir vontade de participar de uma suruba. Para as mulheres, no segundo lugar do ranking, com 33% das respostas, está a famosa troca de casais, também conhecida como swing.

Fantasia de militar

Um fetiche que habita principalmente o imaginário feminino é transar com alguém fardado: 23% das mulheres disseram curtir a fantasia. Entre os homens, o fetiche militar não é tão comum e apenas 9% afirmaram querer algo do tipo.

Sem vergonha de ser visto

O voyeurismo também aparece entre as principais fantasias do brasileiro. Segundo o levantamento do Sexlog, 28% das pessoas revelaram sentir desejo de transar com plateia, enquanto 27% confessaram ter tara em ser o observador.

Desconhecidos 

Sexo casual, com um desconhecido, pode até ser tabu na sociedade, mas não entre os internautas: 56% das mulheres e 46% dos homens confirmaram terem ido para a cama com alguém que não conheciam. E pelo menos 25% dos entrevistados querem repetir a dose.

Sem suítes luxuosas

Para boa parte dos entrevistados pelo Sexlog, as caras suítes do motel não são uma necessidade na vida sexual: 15% do público confessou ter a fantasia de transar na sacada, e 12% afirmou que tem vontade de fazer sexo em um banheiro público. O sexo no carro é preferência de 14% dos entrevistados.

Mais liberdade sexual

Além de apontarem as fantasias que permeiam seu imaginário, os participantes tiveram de responder se já as colocaram em prática. O índice de respostas positivas surpreendeu: 70% dos entrevistados disse que já tinham vivido as fantasias. De acordo com o sexólogo brasiliense André Almeida, entrevistado pela coluna “Pouca Vergonha”, do portal Metrópoles, tanto a “taxa de concretização” quanto as fantasias reveladas pelos entrevistados mostram uma mudança de postura em relação ao sexo.

“As fantasias sempre fizeram parte do comportamento sexual das pessoas. O que tem ocorrido é que elas têm, cada vez mais, abandonado tabus e pensamentos mais conservadores”, garante o sexólogo. 

(Com informações da coluna Pouca Vergonha/Portal Metrópoles)

Conteúdo Relacionado


4 Comentário(s)

Exibir mais comentários

MAISACESSADAS