Esporte / Mundo

Mundo

Nadal bate Thiem e conquista Roland Garros pela 12° vez

domingo, 09/06/2019, 13:45 - Atualizado em 09/06/2019, 13:45 - Autor: eu


Considerado por muitos o maior jogador de todos os tempos no saibro, Rafael Nadal voltou a fazer história neste domingo. Disputando uma decisão de Roland Garros pela 12° vez na carreira, o espanhol conquistou o seu 12° título do Grand Slam francês.

A decisão deste domingo foi contra o austríaco Dominic Thiem, em uma reedição da final de 2018. A vitória de Nadal veio por 3 sets a 1, parciais de 6/3, 5/7, 6/1 e 6/1, em 3h01 de jogo.

Com resultado, Rafael Nadal chega a 18 títulos de Grand Slam na carreira, ficando atrás apenas do recordista Roger Federer, que tem 20. Já em Roland Garros, o espanhol é soberano, com 12 títulos e apenas duas derrotas: uma em 2009, para o sueco Robin Soderling nas oitavas, e outra em 2015, para Novak Djokovic, nas quartas.

Além disso, o canhoto de Mallorca alcança a sua 260° vitória em Grand Slam, diminuindo assim a diferença para Novak Djokovic, segundo colocado com 270, e Roger Federer, recordista com 347.

Com o título, Nadal recebe também um prêmio de 2,3 milhões de euros (cerca de R$ 10,1 milhões), além de defender dois mil pontos no ranking. Assim, ele segue na segunda posição, com 7945 pontos, contra 12.715 de Novak Djokovic.

Neste domingo, Nadal imprimiu muita intensidade desde o início da partida, e Thiem não aguentou. O austríaco até chegou a vencer um set – o primeiro em quatro confrontos diante do espanhol em Paris – mas seu adversário, ano após ano, mostra que não é o rei do saibro à toa.

A partida contou com grandes ralis desde o início. Thiem se defendia bem e mostrava que poderia aguentar a intensidade de Nadal, mas isso não durou muito. Pouco a pouco, o austríaco começou a cometer erros, enquanto o espanhol ditava o ritmo do jogo.

No segundo set, sem break-points até o game decisivo, Thiem conseguiu surpreender, e quando Nadal sacava para o tie-break, o austríaco venceu quatro pontos, garantiu a quebra e empatou a partida.

A derrota na parcial serviu quase como um sinal de alerta para Nadal, que a partir dali, passeou. Impiedoso e focado, o canhoto de Mallorca não cometeu mais deslizes e retomou as rédeas da partida para caminhar rumo à vitória.

Fonte: Gazeta Esportiva

Conteúdo Relacionado


4 Comentário(s)

Exibir mais comentários

MAISACESSADAS