Esporte / Mundo

Mundo

Benfica goleia, faz o melhor turno da história e é campeão português

sábado, 18/05/2019, 16:40 - Atualizado em 18/05/2019, 16:40 - Autor: eu


O Benfica conquistou seu 37º título do Campeonato Português na tarde deste sábado. Precisando de um simples empate para confirmar o caneco, a equipe de Bruno Lage tratou de não dar sopa para o azar e goleou o Santa Clara por 4 a 1, pela 34ª e última rodada da competição, para alegria dos torcedores Encarnados que lotaram o Estádio da Luz.

Com mais essa conquista, o Benfica aumentou o domínio nacional, ampliando sua vantagem como maior vencedor. O Porto é o segundo, com 27 taças, enquanto o Sporting é o terceiro ao somar 18. Belenenses e Boavista (1) completam a pequena lista de times campeões da liga portuguesa.

O triunfo dá ao Benfica a melhor campanha em um turno só da história da competição. Na arrancada rumo ao título, o time de Bruno Lage conquistou 49 dos 51 pontos possíveis na segunda metade do campeonato. A vitória mais simbólica aconteceu no Estádio do Dragão, onde a equipe bateu o então líder Porto por 2 a 1 com um jogador a menos.

No geral, o Benfica chegou aos 87 pontos (28 vitórias, 3 empates e 3 derrotas) para terminar na ponta e garantir participação na Liga dos Campeões. Depois de liderar boa parte da temporada, o Porto caiu de produção e terminou em segundo, com 85 pontos, mas também vai ao torneio continental. Terceiro, com 74, o Sporting vai à Liga Europa, assim como o Braga, o quarto (67).

Benfica faz ótimo primeiro tempo e coloca a mão na taça

Após sofrer um susto nos instantes iniciais, o Benfica colocou a bola no chão e saiu em vantagem logo aos 15 minutos. Após lançamento de Samaris pelo alto, o artilheiro Seferovic dominou, girou para cima da marcação e bateu na saída do goleiro para marcar.

Não satisfeito, os Encarnados ampliaram a supremacia sete minutos depois em um golaço. Rafa Silva fez bela jogada individual na área, tentou passar por dois marcadores, mas acabou desarmado. A sobra ficou o garoto João Félix, que deu um corte seco para deixar César Martins, ex-Flamengo, no chão e arrematar com violência para estufar as redes.

Mesmo sem forçar no restante da primeira etapa, o Benfica deixou mais um antes do intervalo. André Almeida foi acionado na direita e fez o cruzamento na área. Seferovic apareceu, e a bola bate em César Martins, sobrando na pequena área. Rafa Silva surgiu como elemento surpresa e marcou o terceiro dos mandantes.

Jonas ovacionado, e festa encarnada para o campeão Benfica

Assim como na etapa inicial, o Benfica marcou no início do período complementar. Após cruzamento de Grimaldo pela esquerda, Seferovic se antecipou à zaga e chegou batendo para o gol. A bola foi na direção do goleiro Marco Pereira, que não conseguiu fazer a defesa. Esse foi o 23º tento do suíço e o 103º dos anfitriões na competição.

A resposta do Santa Clara veio no instante seguinte, na base da Lei do Ex. Com passagem pelo Benfica, César Martins fez para os visitantes. Após cobrança de escanteio, Cardoso apareceu para testar, e a bola foi no travessão. Ela bateu e voltou direto nos pés do zagueiro brasileiro, que empurrou para o fundo das redes, no reflexo.

Com o caneco já encaminhado, Bruno Lage resolveu homenagear um ídolo recente do clube. Aos 24 minutos, o treinador sacou o jovem João Félix e colocou Jonas para participar da festa. Cogitando aposentadoria ao final da temporada, o brasileiro entrou em campo com os olhos marejados para ser ovacionado pelo Estádio da Luz, que não viu mais gols apesar do atacante ter tentado em várias oportunidades.

Fonte: Gazeta Esportiva

Conteúdo Relacionado


4 Comentário(s)

Exibir mais comentários

MAISACESSADAS