Pará

Após empate Remo joga hoje no Mangueirão contra o Atlético-AC

domingo, 26/05/2019, 11:18 - Atualizado em 26/05/2019, 11:42 - Autor: eu


Após uma semana recheada de mistérios pelos lados do estádio Evandro Almeida, o Baenão, com treinamentos fechados e com poucas palavras da comissão técnica e jogadores, finalmente o Clube do Remo terá a chance de analisar se a postura adotada nos últimos dias foi a mais sensata para tentar surpreender o seu adversário desta tarde, às 16h, o Atlético-AC, no seu segundo compromisso consecutivo como mandante, no estádio Mangueirão, em Belém.


O intuito de fechar os treinos foi evitar dar qualquer tipo de munição para os acreanos, com base no jogo da rodada anterior, já que o time perdeu pontos ao observar o Ypiranga-RS neutralizar as jogadas da equipe e garantir o empate se fechando em campo. Mas, apesar de tanto mistério, a equipe não deverá ter mudanças significativas para este confronto de hoje.


O treinador Márcio Fernandes deve contar com apenas uma alteração na onzena principal, sendo ela uma improvisação. Embora a situação do zagueiro Fredson não seja grave, o jogador não apresentou condições necessárias para retornar de imediato ao time titular. Dessa maneira, o volante Rafael Tufa, que jogou parte do segundo tempo no jogo de estreia do time na vitória contra o Boa Esporte por 1 a 0, fará a dupla de zaga com Marcão. Rafael Jansen, que havia retornado à posição de origem anteriormente, retornará à lateral-direita.


A mudança, que afeta duas posições (ala e zaga), se deve por um fator que pode se repetir contra o Galo Carijó, que é a retranca do rival. Dessa maneira, o Leão ganha em altura, algo que pode ajudar em momentos adversos, como no final da partida contra o Canário, quando o time passou a atacar no “chuveirinho”, mas esbarrou na alta estatura da defesa gaúcha. Esta alternativa de gol, também, ocorre pela falta de objetividade do setor ofensivo azulino.


Pontuar é preciso


O time azulino precisa dar uma resposta imediata à torcida depois de desperdiçar dois pontos preciosos na última rodada, em casa. Não só devido à questão do desempenho, mas também para não se complicar na tabela, já que, em caso de novo tropeço, o Leão pode se afastar do G4, já que os seus concorrentes diretos (Volta Redonda e Juventude) irão pegar equipes oscilantes na Terceirona até aqui.


Dessa maneira, o dever de casa é importante, especialmente diante de um oponente que ainda não triunfou na competição. “Nós fizemos uma partida muito boa, infelizmente a bola não entrou. Mas a equipe se apresentou de uma forma dominante, buscou o gol, criou as oportunidades. Precisamos melhorar esse lado (finalização). Agora precisamos vencer, ciente de que vamos pegar um adversário difícil, e voltar a pontuar para continuar sempre na parte de cima da nossa chave”, disse o treinador do Remo, Márcio Fernandes.


Que a pontaria esteja calibrada!



Emerson Carioca promete que hoje o ataque irá funcionar. Foto: Octavio Cardoso


Bastante criticado pelo resultado indigesto no retorno da equipe em jogos como mandante, o setor ofensivo do Remo foi o principal responsável pelo empate em 0 a 0 com o Ypiranga-RS. Por isso, a comissão técnica fechou os treinamentos preparatórios para o jogo de hoje contra o Atlético-AC, na tentativa de intensificar e criar novas jogadas para conclusão em gol.


O centroavante Emerson Carioca acredita que desta vez a zona de ataque irá funcionar. “Não deu (no último jogo). Tentamos fazer a bola entrar, mas não deu. Bola pra frente que não tem nada perdido, ainda estamos bem na competição. O time também está bem e se Deus quiser vamos buscar vencer, fazendo gols e somar pontos em casa”, disse.


Quem também espera desencantar é o atacante Gustavo Ramos. O profissional, que chegou a ser sinônimo de homem-gol no elenco após marcar dois logo de cara contra o Independente, ainda pelo primeiro turno do Estadual, parou por ali desde então. Desse modo, para o jogador, com o apoio da torcida, esse é a chance perfeita para voltar às redes. “Temos que destacar alguns pontos também, que é a evolução do time, fazendo jogos inteligentes. Mas o que importa é vencer. Tem que melhorar o chute, ter calma. Jogo em casa somos mais fortes e vamos provar isso. Se tiver a chance para marcar e ajudar na vitória, vou aproveitar, se Deus quiser”, almeja.


Criação em dia


Mesmo com a frustração no último toque, outros pontos foram aprovados na rodada passada. Tais como a compactação defensiva, o bom passe, com velocidade e precisão, a posse de bola, e principalmente com a criação de jogadas, seja com a bola rolando ou alçada na pequena área.


Assim, o camisa 10 da equipe, o meia Douglas Packer, aponta que o Remo está evoluindo de maneira notória, e que na partida desta tarde a tendência é que o time entre ainda mais encaixado para ser fatal contra o Atlético-AC. “Acho que todos que acompanham estão vendo isso, a melhora que o time está tendo para criar jogadas. Todos do meio-campo estão fazendo a função de defender, mas também atacar e ajudar no passe. Isso é positivo porque sabemos que antes era uma preocupação do time. Mas agora as coisas estão melhorando e vamos tentar manter esse entrosamento para vencer”, diz.


ADVERSÁRIO


Na Série C do ano passado, o Atlético-AC foi uma das surpresas da competição ao ter brigado pela liderança ao longo de toda a fase classificatória. Não à toa, o time brigou pelo acesso, já que disputou o mata-mata decisivo, porém sem sucesso. Nesta temporada, no entanto, a campanha tem sido totalmente aquém, já que o Galo Carijó ainda não somou nenhuma vitória. Dessa maneira, no seu confronto de hoje contra o Remo, os acreanos esperam dar o pontapé inicial para reverter a sua situação.


A equipe comandada pelo treinador Álvaro Migueis deverá ter apenas duas baixas no time - uma com o jogador Leandro Jucá, que pediu a liberação após passar em certame na PM, e com Doka, com dores - para tentar o triunfo na capital paraense. “O Remo é uma equipe que mostrou trabalho e isso nos leva a crer que vamos ter uma partida difícil. É mais uma briga que temos que vencer para poder fazer a pontuação que achamos necessária”, disse o comandante.


RETROSPECTO


Remo 2 x 2 Atlético-AC (Mangueirão - 2018 - Série C)


Atlético-AC 1 x 0 Remo (Florestão - 2018 - Série C)


Remo 4 x 0 Atlético-AC (Mangueirão - 2017 - Copa Verde)


Atlético-AC 1 x 1 Remo (Florestão - 2017 - Copa Verde)


Atlético-AC 2 x 3 Remo Florestão - 2012 - Série D)


Remo 2 x 2 Atlético-AC (bAENÃO - 2012 - Série D)


(Matheus Miranda/Diário do Pará)

Conteúdo Relacionado


4 Comentário(s)

Exibir mais comentários

MAISACESSADAS