Pará

Paraense ex-Remo sofre parada cardiorrespiratória em campo

terça-feira, 14/05/2019, 17:52 - Atualizado em 14/05/2019, 18:01 - Autor:


O jogador paraense Vitor Flexa de Araújo, de 17 anos, teve uma parada cardiorrespiratória durante um treinamento do seu atual clube, o Avaí-SC, nesta terça-feira (14), em Florianópolis (SC). Apesar do susto, o seu estado de saúde é estável.


Vitor estava realizando um treinamento com o time sub-17 do Avaí-SC quando caiu desacordado no gramado. Prontamente, o jogador recebeu atendimento médico de profissionais do clube e foi levado a um hospital da capital catarinense.


Segundo posicionamento do clube, o atendimento médico dado ao jogador foi fundamental para salvar a vida do atleta, assim como o atendimento do Corpo de Bombeiros.


A família de Vitor já está recebendo todo o apoio oferecido pelo clube catarinense, que está dando suporte médico para o jovem atleta.


Vitor Flexa de Araújo foi transferido para o Avaí-SC após ser destaque no futebol de salão do Clube do Remo, onde disputou um torneio e acabou chamando atenção do Avaí-SC.


VEJA NOTA


O Avaí Futebol Clube informa que seu atleta Vitor Flexa de Araújo, 17 anos (25/02/2002), natural de Belém do Pará, sofreu uma parada cardiorrespiratória enquanto treinava na manhã desta terça-feira (14/05), em quadra coberta ao lado do CFA. O atacante foi prontamente atendido pela equipe do clube, médico Sérgio Campos de Mello Junior, socorrista Gilberto Fernandes e massagista Rodheber Lopes, que realizaram manobras de ressuscitação. Após a reversão da parada cardiorrespiratória, o jogador foi levado pelo helicóptero Arcanjo ao Hospital de Caridade, onde encontra-se internado e passa por exames, com melhora parcial.


A pronta intervenção da equipe médica do clube foi fundamental para a ressuscitação do atleta, com uso de equipamentos do clube e medicação endovenosa. O suporte dado pelo helicóptero Arcanjo, do Corpo de Bombeiros, que chegou em seguida ao local, também foi preponderante para reversão e estabilização do quadro. Segundo o médico Sérgio Mello, o fato de o atendimento ter sido imediato foi decisivo para a vida do jogador, que sofreu a parada sem qualquer trauma. Ele caiu no gramado desacordado.


O Avaí agradece sua equipe médica pela pronta atuação e também ao Corpo de Bombeiros, pelo rápido socorro da equipe do helicóptero Arcanjo. O clube também está dando todo o suporte ao jogador e seus familiares, avisados tão logo o atleta foi atendido.


 


  • E MAIS: Quer comprar material esportivo mais barato? Clique Aqui


(DOL)

Conteúdo Relacionado


4 Comentário(s)

Exibir mais comentários

MAISACESSADAS