Esporte / Esporte Pará

ESPORTE

Mangueirão é preparado para receber o primeiro Re-Pa da Série C de 2020

O duelo acontece no próximo sábado (3), às 19 horas, em partida válida pela 9ª rodada do Campeonato Brasileiro de Futebol Série C

quinta-feira, 01/10/2020, 17:35 - Atualizado em 01/10/2020, 18:46 - Autor: Agência Pará


| Ascom/Seel

No próximo sábado (3), às 19 horas, o duelo entre os clubes do Remo e Paysandu no Estádio Olímpico do Pará/EOP, o Mangueirão, em partida válida pela 9ª rodada do Campeonato Brasileiro de Futebol Série C. Os preparativos de segurança e prevenção estão sendo finalizados pela Secretaria de Estado de Esporte e Lazer (Seel), responsável pela gestão da praça esportiva.

Paysandu anuncia contratação de zagueiro para a Série C

Nesta sexta-feira (2), o estádio passará por higienização completa. Todas as normas do protocolo de segurança continuam sendo seguidas com aferição de temperatura no portão de acesso ao Mangueirão, além da disponibilização de álcool em gel, seguindo as exigências da Diretriz Técnica da Confederação Brasileira de Futebol (CBF), realizadora da competição nacional.

“O Mangueirão passa, nesta sexta-feira, por limpeza dos vestiários, corredores, tribuna, cabine de imprensa e outros espaços de maior circulação de pessoas. No sábado (3), quatro horas antes do jogo, será feito um serviço de higienização, em especial nos vestiários, túneis e assentos do campo, como recomenda a CBF. E continuamos com os cuidados recomendados, principalmente no acesso ao estádio, com a verificação de temperatura e disponibilidade de álcool logo na entrada e nos espaços como corredores”, afirmou Fábio Lima, diretor do Estádio Olímpico. 

O gramado também passou por tratamento especial, com manutenção de corte e pintura conforme protocolo da CBF. “Desde segunda-feira fizemos um trabalho de adubação, borrifação com defensivos, controle de ervas daninhas. No sábado de manhã, vamos fazer novamente o corte e em seguida, vamos demarcar o campo para o jogo. Tudo para dar excelentes condições para os jogadores”, explicou o engenheiro agrônomo Raimundo Nonato Mesquita, responsável pela manutenção do gramado.

Cento e quatro agentes de segurança pública entre policiais militares, policiais civis, bombeiros militares, além de agentes do Departamento de Trânsito do Pará (Detran) e da Superintendência Executiva de Mobilidade Urbana de Belém (SeMOB) atuarão no evento esportivo. 

Como forma de prevenção ao novo coronavírus, o maior clássico da Amazônia, primeiro pelo Campeonato Brasileiro da Terceira Divisão este ano, não contará com a presença das fiéis torcidas azulina e bicolor.

Conteúdo Relacionado


4 Comentário(s)

Exibir mais comentários

MAISACESSADAS