Esporte / Esporte Pará

PRAZO

Paysandu pode paralisar Série C até a próxima sexta-feira (13)

quarta-feira, 11/09/2019, 18:33 - Atualizado em 11/09/2019, 18:39 - Autor: Diego Beckman


A 30 segundos do fim da partida, penalidade tirou o PSC da Série B 2020
A 30 segundos do fim da partida, penalidade tirou o PSC da Série B 2020 | Jorge Luiz / Paysandu SC

O Superior Tribunal de Justiça Desportiva (STJD) tem até a próxima sexta-feira (13) para emitir um parecer sobre o pedido feito pelo Paysandu Sport Club e pela Federação Paraense de Futebol (FPF) de paralisar o Campeonato Brasileiro da Série C. O motivo se deu em razão do pênalti marcado pelo árbitro Leandro Pedro Vuaden, na partida contra o Náutico-PE, no último domingo (8), disputada no estádio dos Aflitos, em Recife (PE).

Depois do pedido feito no STJD, o clube bicolor aguarda posicionamento da entidade de paralisar a competição, enquanto não houver o julgamento do mérito.

O pedido de paralisação do clube se baseia no erro de direito cometido pelo árbitro gaúcho, que marcou uma penalidade a favor do time da casa a 30 segundos do fim da partida, onde o Papão estava assegurando o retorno para a Série B, pois estava vencendo o jogo por 2 a 1.

O STJD ainda não se manifestou em torno do assunto, pois o dia de hoje é de análise dos auditores em torno do processo bicolor de paralisação do Campeonato Brasileiro.

A expectativa é de que até a sexta-feira, o STJD se manifeste de forma contrária ou não o pedido paraense. Em caso de deferimento, a competição poderá ser suspensa, pois o clube poderá voltar a campo pela competição. Caso contrário, a competição segue e o clube bicolor poderá tentar outras alternativas para alcançar o objetivo.

Enquanto isso, o Papão entra em campo hoje pela Copa Verde contra o Bragantino, em jogo marcado por protestos por parte da torcida.

Assista à Copa Sul-Americana, Série C do Brasileirão, Série A Italiana, Ligue 1 Francesa, WTA e muito mais. APROVEITE O LANÇAMENTO DO DAZN BRASIL!


Conteúdo Relacionado


4 Comentário(s)

Exibir mais comentários

MAISACESSADAS