CONVERSA COM DEUS

Humor: vídeo "Adão e Eva Paraense" bomba na internet

terça-feira, 08/10/2019, 19:00 - Atualizado em 09/10/2019, 07:15 - Autor: Igor Reis


A paródia mostra um diálogo entre Deus e Adão na hora de conceber a parceira do homem. O sotaque é pra lá de paraense
A paródia mostra um diálogo entre Deus e Adão na hora de conceber a parceira do homem. O sotaque é pra lá de paraense | Reprodução

Mais de um milhão de visualizações em menos de uma semana. Essa foi a marca alcançada pelo vídeo Adão e Eva Paraense, do grupo de humor Panelinha 2.0, um verdadeiro sucesso entre os “papa-chibé” na internet. O vídeo que viralizou obteve mais de 20 mil compartilhamentos, se tornando assunto entre paraenses dos quatro cantos do estado.

O grupo, formado no final de 2017 por cinco atores paraenses, já é uma das referências no humor online regional. Seguindo a linha de canais como Porta dos Fundos, o quinteto posta vídeos toda semana, sempre com o toque paraense, o que deixa tudo ainda mais engraçado.

O vídeo que viralizou foi gravado no sítio de um amigo do grupo, próximo à Alça Viária. A expectativa era grande, mas o Panelinha 2.0 não imaginava tanto.

“A ideia foi minha, sugeri ao Bob Fly (ator que interpreta Eva), que gostou muito e decidimos fazer. Já esperávamos boa repercussão, mas não tanta”, explica Esdras Amorim, ator que interpreta Adão.

Para Esdras, o sucesso do vídeo e do grupo entre os paraenses deve-se a uma ideia simples: regionalizar o humor online que já é sucesso nacionalmente.

“Percebíamos uma carência muito grande de representatividade do povo paraense no humor da internet, e temos coisas engraçadíssimas. Começamos despretensiosamente e hoje profissionalizamos a coisa, que se tornou uma fonte de renda”, conta.

A popularidade do Panelinha 2.0 cresceu tanto que o grupo também migrou para os palcos, se apresentando em espaços como o ginásio Abacatão, em Ananindeua, e em Macapá (AP), onde são sucesso absoluto.

“Nosso primeiro show deu 200 pessoas e já ficamos surpreendidos. Depois veio mais: Abacatão e Macapá, onde percebemos que fazemos muito sucesso lá também”, diz Esdras.

Para o futuro o grupo pretende manter o formato e dar mais periodicidade às produções. “Queremos gravar um vídeo todo domingo”, conta Esdras.

Para os que pretendem desbravar os caminhos do humor regional, o grupo dá uma dica importante: começar de dentro para fora.

“Muitas das pessoas querem começar um projeto já chegando de carrão de sena, pensando em fazer sucesso no país inteiro. Percebemos uma carência muito grande de representatividade do povo paraense. Nós aqui no Pará somos muito engraçados, tem muita matéria-prima para produção de conteúdo. Comece sendo reconhecido pelo seu bairro, depois pela sua cidade, pelo seu estado, de dentro pra fora”, finaliza Esdras. 

Conteúdo Relacionado


4 Comentário(s)

Exibir mais comentários

MAISACESSADAS