Concursos

FORÇAS ARMADAS

Exército fará seleção para militares temporários no Pará, Amapá e Maranhão

quinta-feira, 23/07/2020, 07:39 - Atualizado em 23/07/2020, 07:39 - Autor: Redação


As inscrições para os militares voluntários temporários irá até 24 de agosto
As inscrições para os militares voluntários temporários irá até 24 de agosto | Ney Marcondes/Arquivo

No dia 10 de agosto, a 8ª Região Militar, subordinada ao Comando Militar do Norte, abre processo seletivo para militares voluntários temporários nos estados do Pará, Amapá e Maranhão. As oportunidades são para preenchimento de vagas de oficiais (ensino superior), sargentos (ensino médio) e cabos (ensino fundamental), de diferentes especialidades. As inscrições finalizam em 24 de agosto.

Os interessados devem entrar no site da 8ª Região Militar para acesso aos editais (que contêm as fases e datas dos processos e as áreas de interesse da Força Terrestre nos estados citados) e para inscrições, que são gratuitas. Para oficial, o profissional precisa ser, no mínimo, graduado, para sargento, precisa ter pelo menos curso de nível técnico, e para cabo, precisa ter o ensino fundamental e algum curso que o habilite para a área em que se inscrever. Todos os cursos devem ser reconhecidos pelo Ministério da Educação.

SALÁRIOS

Os soldos iniciais para oficial, sargento e cabo são R$ 7.315,00, R$ 3.825,00 e R$ 2.627,00 respectivamente, mais gratificações. O militar temporário pode ocupar o cargo por até oito anos, sendo o contrato renovado anualmente, e não deve ser cumulativo com qualquer outro cargo, emprego ou função pública. Os selecionados irão trabalhar em suas áreas de especialidade e serão empregados em atividades inerentes à carreira militar. Os cargos podem ser acessados no site da 8ª Região Militar.

Sem obrigatoriedade

Durante o processo seletivo, não há, por parte do Exército Brasileiro, obrigatoriedade de convocação de todas as especialidades previstas nos editais ou o compromisso quanto à incorporação dos inscritos. A aprovação assegura, apenas, a expectativa de direito à designação e incorporação, ou seja, a efetiva contratação é condicionada à existência de vaga, de acordo com o efetivo de militares temporários da 8ª Região Militar.

Conteúdo Relacionado


4 Comentário(s)

Exibir mais comentários

MAISACESSADAS