CURIOSIDADES

11 Atrações turísticas populares que não existem mais por causa da destruição humana

POSTADO EM: Sexta-Feira, 01/02/2019, 12:40:03
ATUALIZADO EM: 01/02/2019, 12:44:43

zoom_out_map
Divulgação

Existem lugares maravilhosos ao redor do mundo para conhecermos. Porém, a popularidade crescente não é tão boa para as atrações turísticas, já que a ação humana pode destruir esses lugares de uma maneira absurda.

As pessoas podem causar danos de diferentes maneiras, desde a simples respiração até a destruição intencional. Os 11 pontos turísticos populares abaixo foram arruinados pelas pessoas e infelizmente não são mais o que eram antes.

1 – Caverna de Altamira, Espanha

Ela foi fechada para visitantes em 2002. Grandes grupos turísticos danificaram as pinturas simplesmente respirando e produzindo vapor de água e dióxido de carbono, o que fez com que algumas das pinturas ficassem mofadas. Em 2001, uma réplica da caverna e museu foi construída nas proximidades para permitir que os turistas apreciem as reproduções.

2 – Ilha Christmas, Austrália

Em um período de 10 meses, mais de 90% do recife foi destruído. Muitos corais morreram em razão do estresse térmico causado pela mudança climática.

3 – Geleira de Chacaltaya, Bolívia

Esta geleira formou-se há 18 mil anos e foi uma das mais altas da América do Sul. Desde 1980, ela começou a declinar rapidamente e em 2009 a geleira desapareceu completamente devido ao aquecimento global.

4 – Salto de Sete Quedas, fronteira entre Brasil e Paraguai

Este lindo lugar era uma cascata de cachoeiras. Em 1982, foi inundado pelo reservatório formado pela hidrelétrica de Itaipu. As rochas foram removidas com dinamite.

5 – Lago Poopó, Bolívia

Este lago secou completamente em 2016 devido às alterações climáticas e ao desenvolvimento da agricultura e mineração próximo ao local. Este é o segundo desaparecimento do lago. Ele secou pela primeira vez em 1994 e mais tarde foi revitalizado pelas chuvas.

6 – Recife nas Ilhas Raja Ampat, na Indonésia

Cerca de 1600 metros quadrados de recife de coral foram destruídos por navios de cruzeiro em 2017 e podem levar décadas para sua recuperação. O dano a este lugar, que é popular entre os mergulhadores, foi estimado em cerca de US $ 18,6 milhões.

7 – Rocha Duckbill, Oregon, Estados Unidos

A rocha Duckbill era uma formação rochosa de arenito no estado de Oregon, nos Estados Unidos. A rocha foi uma grande atração turística do local, antes de ser derrubada por vândalos em 29 de agosto de 2016. Como justificativa, eles afirmaram que ela era um risco à segurança pois um amigo deles havia quebrado a perna após subir na rocha.

8 – Praia de Maya Bay nas Ilhas Phi Phi, Tailândia

Este local tornou-se popular entre os turistas depois do filme A Praia, com Leonardo DiCaprio. Naquele período, cerca de 5 mil pessoas passavam por lá todos os dias. Em junho de 2018, o local foi fechado indefinidamente para recuperação.

9 – Pont des Arts, Paris

Muitos turistas começaram a colocar “cadeados do amor” nessa ponte, até que ela começou a ficar pesada. Em 2014, O governo, temendo um possível colapso da ponte, teve milhares de cadeados e colocar painéis de vidro para que as pessoas não pudessem mais colocar seus cadeados na ponte.

10 – Wedding Cake Rock, Austrália

Essa rocha se tornou muito popular em 2015 e teve que ser fechada devido a preocupações com sua estabilidade. Mas o fechamento, as multas e até mesmo a presença policial ainda não impedem que os turistas pulem a cerca em busca de uma foto.

11 – Pirâmide de Noh mul, Belize

Esta pirâmide Maia de 2.300 anos foi destruída em 2013 pela De-Mar’s Stone Company usando escavadeiras. O calcário da pirâmide foi usado para encher estradas com cascalho em uma cidade próxima.

Fonte: Bright Side

Fonte: Tudo Interessante



COMENTÁRIOS mode_comment