GRATIDÃO

Jovem gay que foi rejeitado pelos pais ganha R$430 mil de desconhecidos para estudar

POSTADO EM: Quinta-Feira, 02/08/2018, 20:06:09
ATUALIZADO EM: 02/08/2018, 20:57:35

zoom_out_map
Reprodução/GoFundme

Um fato inusitado aconteceu em Jacksonville, na Flórida, onde mostrou que ainda existem pessoas generosas e que gostam de ajudar quem precisa. 

O jovem Seth Owen, de 18 anos, foi obrigado por seu pais evangélicos, a fazer um ano de terapia de conversão gay, além de um ultimato, onde teria que continuar frequentando a igreja batista ou teria que ir embora de casa. 

Foi então que Seth, decidiu sair de casa. “A pior parte foi que eu estava arrumando minhas malas, e eu estava saindo pela porta, e eu esperava que minha mãe ficasse no meu caminho. Eu esperava que ela dissesse: ‘Eu amo meu filho mais do que amo minha religião". 

Após Seth se formar na First Coast High School, em Jacksonville, o jovem planejava entrar na Universidade de Georgetown, no outono, mas sem a ajuda dos pais, ele não ia ter como pagar as mensalidades. 

Com tudo isso, Jane Martin, a ex-professora e mentora de biologia de Owen, criou uma "vaquinha" virtual no site GoFoundMe, para arrecadar os U$ 20.000 (Cerca de R$74.000), que ia precisar para fazer a inscrição.

Após a campanha ter batido U$2.000, Owen já havia se pronunciado. "Estou tão surpreso que as pessoas realmente se preocupam comigo", mas para a surpresa de todos os envolvidos, a "vaquinha" arrecadou até esta quinta-feira (02), mais de U$ 120.000 (cerca de R$520.000). 

Segundo Seth e sua ex-professora Jane, se a universidade de Georgetown alterar o pacote de ajuda financeira, eles vão usar os fundos arrecadados pela campanha para pagar bolsa de estudos de outros adolescentes que estão passando pela mesma situação. 

“É um incentivo como esse que me sustenta e me lembra que em tempos difíceis as metas são atingíveis”, agradeceu Seth, em um vídeo postado no site da GoFoundMe, na página de Jane Martin. 

 

(Com informações do site SóNóticiaBoa) 



COMENTÁRIOS mode_comment