SAÚDE

Jovem é diagnosticado com doença fatal por se exercitar demais

POSTADO EM: Sexta-Feira, 06/07/2018, 23:00:03
ATUALIZADO EM: 06/07/2018, 23:00:03

zoom_out_map
Divulgação

style="display:block"
data-ad-client="ca-pub-5725300662779773"
data-ad-slot="1049212593"
data-ad-format="rectangle">

Não é nenhuma novidade para ninguém que fazer exercícios com regularidade é um dos ingredientes-chave para ter uma vida mais saudável e mais longa, mas exercícios demais – como tudo na vida – podem ser prejudiciais e até fatais, como o caso a seguir.

Jared Shamburger, um americano de apenas 17 anos, aprendeu isso da pior forma. Tudo começou quando ele resolveu se matricular em uma academia local, na cidade de Houston, Texas, com a intenção de seguir os passos do pai e do irmão, mais velho, ambos já acostumados à musculação por alguns anos.

Na pressa em alcançá-los, ele acabou pegando pesado e fazendo exercícios de musculação por até 90 minutos – nada aconselhável para um iniciante. Infelizmente, seu intenso esforço acabou deixando-o com mais do que apenas a típica queimação pós-treino. A dor persistiu e acabou ficando tão grave que sua mãe, Judy Shamburger, ficou seriamente preocupada com sua saúde. Ela reconheceu os sintomas e imediatamente suspeitou que o adolescente tivesse desenvolvido rabdomiólise.

A rabdomiólise é uma síndrome grave devido a uma lesão muscular direta ou indireta. Ela resulta da morte das fibras musculares e da liberação de seus conteúdos na corrente sanguínea. Isso pode levar a complicações sérias, como insuficiência renal. Isso significa que os rins não podem remover resíduos e concentrar a urina. Em casos raros, a rabdomiólise pode até causar a morte.

As suspeitas revelaram-se absolutamente certas, e Jared precisou ser hospitalizado imediatamente para evitar qualquer deterioração ou dano aos rins. Ele passou cinco dias sob cuidados, mas – felizmente – agora é esperado uma recuperação completa.

Não fosse pelo pensamento rápido de Judy em suspeitar da condição do filho e entrar em contato imediato com o médico, Jared poderia não ter sobrevivido. Essa terrível história real deixa um alerta, especialmente aos jovens, tão movidos em terem corpos perfeitos nos dias atuais.

Fonte: VT; ABC


Fonte: Tudo Interessante



COMENTÁRIOS mode_comment