CRIATIVIDADE

Projeto de ilustrações mostra como seriam os países se fossem pessoas

POSTADO EM: Sexta-Feira, 09/02/2018, 22:00:03
ATUALIZADO EM: 09/02/2018, 22:00:03

zoom_out_map
Divulgação

Cada país tem sua imagem e esteriótipos, tornando fácil identificá-los. Mas você já parou para pensar como eles seriam se fossem pessoas? A artista russa Anastasia Bulgakova criou um projeto de ilustrações que mostra exatamente isso.

“Eu desenho personificações de diferentes países”, afirma a artista. Os personagens não são pessoas comuns, mas sim guerreiros estereotipados e poderiam facilmente fazer parte de jogos de videogame. “Todo personagem tem alguns atributos estereotipados que eu utilizarei de uma maneira ou de outra”. Veja abaixo um pouco sobre o seu projeto.

1 – Alemanha

“Ele ainda é um cavaleiro teutônico, e um bem grande (se você pode ver um cavaleiro neste conceito, é claro). E de alta tecnologia. Extremamente. A Alemanha é considerada limpa, ordenada e moderna, então ele usa um mechsuit. Algo como um terno de Ironman, mas com mais precisão de engenharia alemã. E mais elegante. Ao contrário das primeiras vezes, ele luta principalmente por batalhas de longa distância agora, para manter o terno limpo. Tem asas e propulsores desdobráveis nas costas, como qualquer mecanismo apropriado.”

2 – México

“‘Coatlicue’ – a mãe serpente, o começo e o fim, uma deusa da mitologia asteca. Magra e alto, gosta de vestir roupas de homens clássicos, como qualquer bom líder do crime. A parte superior do corpo é coberta de tatuagens temáticas asteca-maia. Ela gosta de ser elegante e não gosta de sujar as mãos e a roupa em trabalhos sujos – para isso que servem os subordinados, mas se for necessário, então será sangrento, vistoso e doloroso. Ela também é um especialista em veneno – tanto para curar como para matar. A cobra é real e venenosa. Tem disputas territoriais com os EUA, mas deve reconhecer seu poder. Você poderia dizer que elas estão cooperando (na construção de paredes, etc.), mas provavelmente vão matar na primeira chance que elas tiverem.

3 – Japão

“O Japão é um cara silencioso, com um sorriso suspeito. Gosta de tecnologias e perversões. Tem algumas relações estranhas com outros países, especialmente os vizinhos. Ah, essa doce doce China … Ninguém realmente conhece seus verdadeiros motivos e desejos (ou quantas superformas “verdadeiras” ele tem), e ele nunca responde de qualquer maneira. Mas uma coisa é certa – mesmo que ele mate você, ele será extremamente educado sobre isso. Mesmo que ele goste de tecnologia, ele tem um corpo real, e a armadura de alta tecnologia é um mero aumento de suas habilidades e habilidades. Ele pode ser classificado como um lutador de perto, mas prefere velocidade e agilidade em vez de armaduras pesadas. Ele usa uma lança e uma cauda (ou tentáculo?) Para segurar seus oponentes a uma certa distância. Para um longo alcance, ele usa esferas explosivas.”

4 – França

“Uma realidade alternativa na França. Aqui a monarquia ganhou e a revolução falhou. Ele é um país antigo agora, mais de 1500 anos de idade. Um aristocrata e um vampiro. O sangue e o vinho são totalmente seu estilo e arte, é claro. O reinado do monarca é supremo, e a nobreza dos vampiros é mais forte do que nunca. Ele odeia absolutamente revoluções, revoltas, igualdade e ‘poder do povo’. Considera que a democracia é apenas uma grande mentira, que outros países utilizam para enganar os cidadãos e torná-los mais obedientes. Ele prefere o caminho antiquado, e não haverá “liberdade e igualdade” sob seu domínio, até que as pessoas cresçam o suficiente para merecer. Primeiro, eles precisam entender quão baixos eles caíram e quão destrutivo seria dar-lhes qualquer poder em seu estado atual. E quando isso acontecer, bem, nós veremos … Esta é a sua grande compaixão, como um governante velho e magro.”

5 – Irã

“O Irã é um mago (o primeiro mago da minha série). Ele é sombrio e não fala, porque falar é barato, ao contrário do ouro e do poder. Este herói está no “lado cinza”. Vestido com roupas de estilo árabe, com elementos de armadura de ouro. Usa a máscara de ouro para esconder é rosto e intimidar seus oponentes. Ele tem uma lâmpada mágica com um djinni, que cumprirá os desejos do mago. Não é como se tivesse outra escolha. Nas lutas, ele usa principalmente a pressão mágica e diplomática. O sabre curvo é usado principalmente para execuções, já que djinni faz a maior parte do trabalho sujo. Ele definitivamente é o Senhor das areias. Muitos discordaram, é claro, mas boa sorte encontrando seus restos no deserto. O djinn consiste em chamas azuis que se assemelham a líquidos. É sensível e usa elementos de armadura antiga, que são mais quebrados até agora. Geralmente, aparece da lâmpada para proteger seu mestre e fala em uma linguagem estranha. É um mago típico e convoca duo.”

6 – Israel

“Israel é uma menina soldada, em sua atual encarnação. Ela é, na verdade, bastante antiga, mas por ser pequena, ela é pisada, exilada ou destruída, apenas para renascer algumas gerações mais tarde. Como ela sempre tenta lembrar de todos os seus malfeitores, a maioria dos quais não existe mais, ela acaba sendo grossa e irritante com o mundo. No entanto, ela é bastante positiva por natureza. Construir, pesquisar e comer é o que ela gosta. Claro, sempre há a questão de seus vizinhos, que são realmente seus primos numerosos. A família é um campo de batalha, e Israel é forçada a proteger o pouco que ela tem. Ela é sensível e impulsiva, quando se trata de relacionamentos com outros países. A família européia gosta de trollá-la praticamente em tudo, e ela sempre responde, como a menina que ela é. Ela quer ser aceita no Ocidente, mesmo que ela more no Oriente. Tenta seguir todas as regras, mas sempre acaba frustrada, já que ela costuma se trair no processo. Ela é jovem, afinal, ela vai aprender… Como ela é muito pequena para ganhar diretamente, ela usa seus cérebros para superar seus oponentes e sempre tem a vantagem tecnológica. Se possível, ela irá lutar de longe com o seu exército automatizado e preferirá o combate defensivo. Quando não é suficiente, o grande rifle provavelmente é bom para algo. Ela também tem um ouriço de escuteiro, voando num drone. Ele é invisível no chão e simplesmente estranho no céu … Ele ama muito a Israel :)”

7 – Estados Unidos

“Um pouco ingênuo e idealista, mas bastante vil por dentro. Muito atraente e carismática, facilmente transforma os outros para o seu lado. Prossegue seus objetivos sem considerar a moral ou a conseqüência. Seu objetivo principal é sobreviver – e fazê-lo com o máximo de conforto. Ela usa armadura de couro, já que ela prefere batalhas extremamente longas com seus dois rifles de atirador. Braços e pernas cibernéticas dão velocidade extrema em combate. Ela é um assassino. E ela gosta de fogo. Especialmente seu cheiro de manhã. Cheira a vitória.”

8 – Rússia

“Bastante frio, direto e com habilidades diplomáticas de um dreno de esgoto. Ainda assim, se você a conhece um pouco, ela irá mostrar-lhe o quão quente e amorosa ela pode realmente ser. Ela usa uma armadura glamourosa. Sempre, pois ela está em guerra. Sempre. Agora, combate, ela gosta de perto e pessoal. Especialmente quando não está a seu favor, especialmente no inverno, e especialmente se for heróico. Ela pode disparar um pouco, mas qual a diversão nisso? Ainda assim, geralmente limpa a ralé que não é digna de seu abraço frio, invernal e pessoal. A palavra “pizdec” é gravada na espada, que simboliza bastante a vida russa em qualquer época e era. Há um urso com AK-47, é claro, mas está guardando o reator nuclear de volta para casa. E a vodka. Provavelmente, uma má idéia.”

9 – Inglaterra

A Inglaterra é calorosa, orgulhosa, ciumenta e impulsiva. Ele lembra o quão grande ele era, e as vitórias gloriosas que ele teve, mas isso não o torna cego ou estúpido. Você não sobrevive há tanto tempo ou se prolonga até agora por raiva cega somente. Então ele é racional e calculado quando lhe convém, mas quando sentimentos profundos estão envolvidos, a besta furiosa manchará a história com outro banho de sangue, como aconteceu com a rebelião de sua irmã. A Inglaterra é o irmão mais velho dos EUA, embora seus sentimentos sejam mais que apenas fraternos. Eles vêm da grande família europeia, que desceu do final do Império Romano. EUA foram enviados ao Novo Mundo para conquistar e espalhar a glória de seu irmão. Pouco a pouco, tornou-se grande e experiente, e o pensamento livre ocorreu. Alguns dizem que a heresia contra o chá ocorreu, e a fera inglesa foi desencadeada. EUA foi fortemente espancado, perdeu os membros, mas ainda não quebrou. Graças a esse maldito vampiro francês, a Inglaterra teve que recuar, com as mãos vazias. Mas os EUA serão seus novamente, um dia… Tem um buldogue chegado a um charuto chamado Churchill. Um verdadeiro amigo, leal. Não é como aqueles irmãos coloniais. Embora seja a Inglaterra e não a Grã-Bretanha, escolhi as cores da Union Jack, já que elas são mais reconhecidas. O penteado é selvagem e vermelho, já que ele é um punk. A Inglaterra prefere o combate corpo a corpo com os punhos, então ele usa punhos de bronze. Suas mãos podem emitir energia quente e fria, mas nunca se misturam.”

10 – Canadá

“O Canadá é um cara simples com olhos de cachorrinho. Ele é gentil e não é conflitante. Prefere estar em casa e não procurar nenhum problema nas batalhas dos outros. Ele luta apenas no hóquei esportivo. Ele se acha honesto e alegre. Por causa do sucesso no hóquei, ele se entitula “O Rei do gelo”. Às vezes, uma coroa aparece em sua cabeça e muitas vezes sonha com vitórias futuras. Quer acreditar que os EUA é o seu melhor amigo e que são iguais. Os EUA não vêem uma ameaça nele e se permitem uma amizade cautelosa. Claro, com benefícios. Ele geralmente luta contra a Rússia no hóquei, e os EUA também são o oponente no campo gelado. Mas ele ainda é amigável com todos. Até ouvir a ligação da Grã-Bretanha, isto é. O Canadá geralmente usa um traje de pista. Suas armas são uma vara de hóquei em metal e patins. Bom moço.”

Fonte: Bored Panda


Fonte: Tudo Interessante



COMENTÁRIOS mode_comment