CRIME

Animais são abandonados em quintal e estão à beira da morte em Outeiro

POSTADO EM: Quarta-Feira, 04/07/2018, 20:31:20
ATUALIZADO EM: 04/07/2018, 21:56:41

zoom_out_map
Reprodução/Whatsapp

O DOL recebeu na noite desta quarta-feira (4) a denúncia de um ato cruel em uma comunidade de Outeiro, distrito de Belém. Segundo informações, animais estão abandonados no quintal de uma casa e que, entre eles, o cachorro estaria à beira da morte.

Vídeos e fotos foram registrados por vizinhos que não sabem o que podem fazer para ajudar os pobres animais. O dono da casa, localizada na travessa Alfa São João, teria deixado a propriedade há quase três meses.

(Foto: Reprodução/Whatsapp)

“Ele ainda vinha na casa pra vigiar, mas mesmo assim não cuidava dos animais, nem do cachorro que já era magrinho. Cheguei a dar comida pela frente da casa, mas de repente ele parou de circular. Pensei que tivesse ido embora, mas vi que ele tava deitado e muito debilitado no quintal, sem força para se levantar e comer”, disse um dos denunciantes.

Os animais estão amarrados no quintal e não dispõe de comida e água. Outros vizinhos contaram que há algum tempo o dono perdeu galinhas e pintinhos que “criava”, restando apenas os que aparecem nas imagens.

CRIME

O DOL procurou a Delegacia Especializada em Meio Ambiente (Dema) que disse ser necessário apresentar informações básicas, como dono do denunciado, o endereço onde o crime estaria acontecendo e qualquer tipo de prova material (fotos e vídeos).

“Os casos de abandono e maus tratos que costumamos receber aqui na Dema seguem esse padrão de denúncia. Assim que a recebemos, nossa equipe vai até o local e, se constatado o crime, o dono e os animais são encaminhados para a nossa unidade, onde registramos o caso. Os animais são levados para a UFRA (Universidade Federal Rural da Amazônia) e são tratados; já o dono é autuado”, explicou um dos investigadores de plantão da unidade.

(Foto: Reprodução/Whatsapp)

O investigador reforçou a importância de formalizar uma denúncia, que pode ser feita de forma anônima. Nos casos em que o denunciante tem provas materiais, é aconselhável ir pessoalmente à Dema e apresentá-las.

Endereço: Rod. Augusto Montenegro, km-1, n°155. Bairro: Marambaia. Belém-PA

Telefones: (91) 3238-3132 / 3238-1225

(Fernanda Palheta/DOL)



COMENTÁRIOS mode_comment