POLÊMICA NOS GAMES

'Dia do Estupro': jogo que permite abusos e necrofilia é suspenso

POSTADO EM: Quarta-Feira, 06/03/2019, 14:15:37
ATUALIZADO EM: 06/03/2019, 14:27:40

zoom_out_map
Reprodução

O lançamento de um jogo para PC gerou revolta nas redes sociais e uma enxurrada de críticas, que fez com que a Steam, plataforma do game suspendesse os downloads: na história, chamada "Rape Day" (Dia do Estupro), o jogador pode cometer uma série de crimes, como estupro, necrofilia e assassinato.

O criador do game, a Desk Plant, afirmou que o público-alvo da história é os "4% da população que são sociopatas" e que "curtam bancar o estuprador e assassino em série durante um apocalipse zumbi", de acordo com reportagem do jornal "Daily Mail".

Cena de 'Rape Day'

Na história, os jogadores vão mudando o roteiro de acordo com as suas decisões e com os crimes que cometem.

A revolta com o game foi tanta que a Steam, plataforma do game, resolveu suspender o download do game para análise. "Ultrajante", "criminoso" e "revoltante" foram alguns dos adjetivos usados para criticar o game.

Cena de 'Rape Day'

De cara, uma coisa já está decidida: a cena em que o jogador pode matar um bebê foi retirada do jogo.

(Com informações do portal Extra)

 



COMENTÁRIOS mode_comment