GUIA

Já sofreu assédio em aplicativo de transporte? Saiba como denunciar

POSTADO EM: Sábado, 09/06/2018, 14:15:00
ATUALIZADO EM: 09/06/2018, 16:24:36

zoom_out_map
Divulgação

De mau tratamento até assédio moral ou sexual, experiências ruins em transportes por aplicativo podem ser denunciados nas próprias plataformas. Os aplicativos possuem políticas de segurança e normas de conduta a serem seguidos pelos motoristas.

Você sabe como agir diante destes problemas? Veja o que fazer nos dois principais aplicativos:

Uber

No canto superior esquerdo da tela, clique nas três linhas. Escolha a opção “Ajuda” e clique em “Relatar problema com esta viagem”, caso a denúncia ou reclamação seja destinada à última viagem realizada.

Ainda na opção “Ajuda”, é possível clicar em uma lista de problemas já especificados pelo aplicativo (como “Revisão de valor”). Clique na opção caso o problema envolva a cobrança da viagem.

Em outros casos, na barra lateral da tela de início do aplicativo, é possível clicar em “Suas viagens” para reportar denúncias. Ao clicar, escolha a viagem que é alvo da reclamação. Uma nova tela será aberta e você deverá clicar na opção “Ajuda”. Escolha o problema, que varia de “acidente” a “outros problemas”. Clique no desejado e digite sua mensagem.

99Pop

Selecione, no menu lateral, no topo esquerdo, a opção "Histórico de corridas". Escolha a corrida com a qual você teve um problema. Em seguida, clique na opção “Informações do motorista”, dê a nota ao motorista e, assim, será possível escrevendo um comentário. Para confirmar, pressiona o símbolo de “check”.

Para confirmar, pressione o símbolo "check". Em caso de cobrança indevida ou outros problemas com preços de corrida, acesse, no menu lateral do aplicativo, a opção “Ajuda”, por meio do qual é possível enviar a reclamação.

A 99POP possui um canal específico para denúncias: 0800-888-8999 para auxílio imediato. A assistência, segundo o aplicativo, pode oferecer suporte emocional e psicológico, caso necessário. Também é possível solicitar o envio de um carro em caso de acidentes.

(Com informações do Correio da Manhã)



COMENTÁRIOS mode_comment