TECNOLOGIA

Governo Federal lança em Belém internet com preços populares

POSTADO EM: Sexta-Feira, 02/03/2018, 08:35:50
ATUALIZADO EM: 02/03/2018, 08:35:50

zoom_out_map
Marco Santos

Foi lançado ontem (1º), em Belém, o Programa Internet Para Todos, que tem a missão de levar internet banda larga a localidades e povoados distantes da área urbana dos municípios. O encontro ocorreu na sede da Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia (Sudam). O programa do Governo Federal foi anunciado pelo ministro da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações, Gilberto Kassab, e contou com a participação do ministro da Integração Nacional, Helder Barbalho, do vice-governador Zequinha Marinho e dos deputados federais Elcione Barbalho e Éder Mauro.

Segundo o ministro, o “Internet para Todos” deve beneficiar cerca de duas mil localidades brasileiras nos primeiros contratos. “É um programa de inclusão social, que dá condições de acesso a todas as pessoas que hoje moram em uma área que não tem conexão com a internet”, resume. A conexão será feita via satélite, o primeiro de propriedade do governo brasileiro. “No dia 12 de março, em Brasília, no Palácio do Planalto, estaremos assinando os primeiros contratos com as duas mil prefeituras e, em algumas semanas, o programa já estará sendo implantado”, detalha o ministro Kassab. A implantação das antenas nesses lugares terá um custo zero para as prefeituras e tarifas reduzidas para o usuário. No Pará, comunidades rurais, quilombolas e municípios marajoaras serão beneficiados. 

AVANÇO

Para o ministro Helder Barbalho, este lançamento é um grande avanço para a comunicação do Estado. “Quero festejar, enquanto paraense, esta importante conquista, e dizer que isso trará mais desenvolvimento para a região, fortalecerá a economia local e estará oportunizando emprego e renda para a nossa gente”, comemora Helder. “E, acima de tudo, estamos realizando o sonho da comunicação plena das pessoas, seja na cidade, no campo, nas áreas ribeirinhas e em todo o nosso Estado”. Na última semana, o anúncio aconteceu em Santarém e Redenção.

O PROGRAMA

A conexão do Internet para Todos virá do Satélite Geoestacionário de Defesa e Comunicações Estratégicas (SGDC), que recebeu R$ 3 bilhões em investimentos do Governo Federal. A prefeitura deve fazer um oficio ao ministério de Ciência e Tecnologia por e-mail, manifestando sua adesão. Não existe nenhum mecanismo de seleção. O MCTIC vai firmar convênios com as prefeituras para a instalação de antenas por empresas credenciadas. A expectativa é que as primeiras antenas sejam instaladas na primeira quinzena de maio. As tarifas começam com R$ 2,50 por mês e vai subindo de acordo com o pacote escolhido, até R$ 9 para usar o mês todo com franquia de 400 Mega.

(Wal Sarges/Diário do Pará)

LEIA TAMBÉM



COMENTÁRIOS mode_comment