CIÊNCIAS

Microsoft desenvolve tecnologia para descobrir doenças em estágio inicial

POSTADO EM: Quarta-Feira, 10/01/2018, 18:00:02
ATUALIZADO EM: 10/01/2018, 18:00:02

zoom_out_map
Glóbulos brancos com leucemia: pesquisa pode indicar novos rumos para tratamento da doença

 Glóbulos brancos com leucemia: pesquisa pode indicar novos rumos para tratamento da doença   (Foto: Wikimedia Commons)

 

Além de travar batalhas incessantes contra agentes estranhos para garantir a integridade do organismo humano, o sistema imunológico também anota todas as suas lutas, derrotas e conquistas, em uma espécie de “histórico” biológico. 

Ter acesso a esse grande compilado de dados sobre a saúde de um indivíduo seria um grande passo para a medicina, pois isso agilizaria a descoberta, o diagnóstico e tratamento de doenças em tempo recorde. Os primeiros esforços para esse salto científico já estão sendo realizados através de uma parceria entre a Microsoft e a empresa de biotecnologia Adaptive Biotechnologies, de Seattle (EUA).

Leia mais:
+ 4 descobertas sobre HIV/aids que nos deixam mais próximos de uma vacina
+ 6 dicas para fortalecer sua saúde mental em 2018

As duas empresas se uniram para criar o Mapa de Antígenos TCR, uma tecnologia que será capaz de identificar as doenças que afetam o organismo humano através de um simples exame de sangue.

Como funciona?
O organismo humano é composto por células T e células B, estruturas que registram em si as respostas do sistema imunológico à presença de doenças. Cada célula T possui uma proteína de superfície correspondente chamada de receptor de célula T, que é capaz de reconhecer o agentes nocivos (ou seja, os antígenos) que estão atuando no corpo.

Por meio da técnica de imunosequenciamento e de aprendizado de máquina, o Mapa de Antígenos TCR será capaz de analisar e decodificar as amostras de sangue e mapear o receptor de célula T, assim como os antígenos que estão associados a eles. O trabalho das equipes ainda está em estágio inicial.

Essa descoberta, ainda sem data de previsão para lançamento, irá permitir que doenças sejam identificadas, diagnosticadas e tratadas muito antes de atingirem graus mais elevados. 

Curte o conteúdo da GALILEU? Tem mais de onde ele veio: baixe o app da Globo Mais para ver reportagens exclusivas e ficar por dentro de todas as publicações da Editora Globo. Você também pode assinar a revista, por R$ 4,90 e baixar o app da GALILEU.

Fonte: Revista Galileu



COMENTÁRIOS mode_comment