X

Destaques no DOL

INVESTIGAÇÃO

Após prender PM suspeito de matar professor, Polícia inicia buscas por sua namorada

POSTADO EM: Sexta-Feira, 10/08/2018, 10:12:12
ATUALIZADO EM: 10/08/2018, 12:51:13

zoom_out_map
Divulgação

Segue foragida a namorada do policial militar Felipe Freire Sampaio Gouvea, acusado de matar o professor Ederson Santos, no último sábado (04), em Marabá, sudeste paraense. Thaís Santos Rodrigues tem mandado de prisão decretado e, segundo a delegada Simone Felinto, Superintendente de Polícia, é uma questão de tempo a prisão da suspeita. Ainda hoje será divulgada a foto dela pela Polícia nas redes sociais.

Felipe foi preso na noite de ontem em Imperatriz (MA). Ele está com mandado de prisão temporária decretado pela 3a Vara Criminal de Marabá. Ele recebeu a ordem de prisão em seu quartel de trabalho na cidade maranhense. O delegado Ivan Pinto, que está à frente das investigações e o delegado Vinícius Cardoso, diretor da Seccional de Polícia de Marabá levaram o mandado de prisão para Imperatriz e prenderam Felipe Gouvea.

O PM é lotado no 3º Batalhão de Polícia Militar de Imperatriz e foi preso no quartel. O Fox vermelho, placa OFM-8620, placa de Marabá, estava com mandado de busca e apreensão e já estava com documentação atrasada há dois anos. O veículo é o mesmo que se envolveu na batida de trânsito em Marabá e foi localizado na casa de Thaís no bairro Novo Horizonte.

Felipe está com dois anos na Polícia Militar do Maranhão tendo sido aprovado no último concurso. Ele morou muito tempo em Marabá sendo bastante conhecido no bairro Morada Nova. O preso vai permanecer no Maranhão até autorização judicial de transferência. 

(Com informações de Michel Garcia/ Sucursal de Marabá)



COMENTÁRIOS mode_comment

EXIBIR COMENTÁRIOS

Mais de Polícia

Fim da consulta. Deseja realizar uma busca? Clique Aqui

Aguarde, carregando mais notícias...