X

Destaques no DOL

"FAÇA BONITO"

Operação contabiliza 26 prisões de acusados de crimes sexuais contra menores de idade

POSTADO EM: Domingo, 10/06/2018, 16:22:50
ATUALIZADO EM: 10/06/2018, 16:28:57

zoom_out_map
Divulgação/Polícia Civil

A Polícia Civil do Pará contabilizou em maio, mês dedicado ao combate ao abuso e à exploração sexual de crianças e adolescentes em todo Brasil, 26 prisões de pessoas acusadas de crimes sexuais contra menores de idade em cumprimento a mandados de prisão decretados pela Justiça paraense. As prisões fazem parte da operação denominada Faça Bonito, deflagrada no período de 12 a 26 de maio, na capital e região metropolitana de Belém (RMB). 

Durante a operação, foram instaurados, ao todo, 85 procedimentos, entre inquéritos policiais e apurações de atos infracionais de menores, para investigar esses crimes e punir os responsáveis.

De acordo com o balanço final da operação, 228 pessoas, entre responsáveis das vítimas, testemunhas e pessoas investigadas, foram intimadas a prestar declarações durante o período da operação.

Do total, foram 130 pessoas inquiridas pela equipe da Delegacias Especializadas no Atendimento à Criança e Adolescente (DEACA) do Centro de Perícias Científicas Renato Chaves, enquanto que 98 pelos policiais civis da DEACA da Santa Casa de Misericórdia. Os depoimentos embasaram a instauração de inquéritos policiais com objetivo de apurar denúncias de crimes sexuais contra crianças e adolescentes. Dos 85 procedimentos policiais, 47 foram tombados pela DEACA do CPC Renato e os demais (38) pela DEACA de Santa Casa. Em relação às prisões de autores de violência sexual contra menores, dos 26 presos por mandados de prisão durante a operação, 23 foram cumpridos no dia 23 de maio, em ação conjunta da Polícia Civil e Ministério Público do Estado. 

São presos com condenação judicial em processos judiciais transitados em julgado (não cabem mais recursos da defesa do réu à Justiça). Outros três mandados de prisão foram cumpridos durante os mutirões realizados, em três finais de semana de maio, na sede da Delegacia-Geral, em Belém, pelos policiais civis das DEACAs. 

Foram presos Carlito Ramos da Costa, 39 anos; Nelson Goes Monteiro, 57, e Everaldo de Jesus Pamplona, 41, acusados do crime de estupro de vulnerável. 

LUZ NA INFÂNCIA 

Além da operação Faça Bonito, outras ações de combate aos crimes sexuais contra crianças e adolescentes foram realizadas no mês de maio no Pará. Uma delas foi a operação nacional Luz na Infância II deflagrada pelas Polícias Civis de 24 Estados e do Distrito Federal em 17 de maio. No Pará, cinco pessoas foram presas em flagrante pelo crime de pornografia infantil. As prisões ocorreram em Belém. Ao todo, 17 mandados de busca e apreensão foram cumpridos no dia da operação, dos quais, 15 em Belém e Ananindeua, um em Paragominas e outro em Castanhal, no nordeste paraense.

Os presos foram levados para a sede da Divisão de Prevenção e Repressão a Crimes Tecnológicos (DPRCT) da Polícia Civil, no bairro do Telégrafo. Foram apreendidos para passar por perícias diversos equipamentos usados no armazenamento de dados, como computadores portáteis, por exemplo. A operação foi coordenada nacionalmente pelo Ministério Extraordinário de Segurança Pública (MESP).

(Com informações da Polícia Civil)



COMENTÁRIOS mode_comment

EXIBIR COMENTÁRIOS

Fim da consulta. Deseja realizar uma busca? Clique Aqui

Aguarde, carregando mais notícias...