SANEAMENTO

População não aguenta mais tanto lixo acumulado em Belém

POSTADO EM: Quinta-Feira, 13/06/2019, 07:14:21
ATUALIZADO EM: 13/06/2019, 07:37:11

zoom_out_map
Ney Marcondes

Moradores do bairro de Val-de-Cans, em Belém, reclamam da falta de coleta de lixo em vários pontos da área, mesmo após a promessa da Prefeitura de que a coleta estaria normalizada com o fim dos protestos dos moradores de Marituba que interditavam a entrada do Aterro Sanitário onde os resíduos são depositados.

Ao longo de toda a passagem Jader Barbalho, próximo à avenida Júlio Cesar, as calçadas na frente das casas estavam tomadas por vários sacos de lixo, ontem. A mureta de proteção do canal São Joaquim, que também é utilizado pelos moradores para pendurar o lixo doméstico, acumulava grande quantidade de sacolas.

Um morador da área, que preferiu não se identificar, contou que a última vez que o carro coletor passou pelo local foi no início da semana. “É comum a gente ver o carro do lixo entrar até o final do canal, encher o compartimento com sacas de caroço de açaí e quando chega aqui para levar o lixo já está tudo lotado e as sacolas vão ficando pelo chão”.

Outra reclamação é sobre o caos no canal São Joaquim, tomado por mato e entulho. O lixo acumulado junto com restos de madeira, móveis e eletrodomésticos jogados à beira e dentro da estrutura atraem ratos, baratas, urubus e cobras.

(Wesley Costa/Diário do Pará)



COMENTÁRIOS mode_comment