SENTENÇA

Ex-PM é absolvido por tentativa de homicídio em Belém

POSTADO EM: Segunda-Feira, 15/04/2019, 20:04:52
ATUALIZADO EM: 15/04/2019, 20:40:39

zoom_out_map
Divulgação/TJPA

Após onze horas de julgamento, o ex-policial militar João Renato da Costa Carvalho foi absolvido pelo tribunal do júri em Belém por uma tentativa de homicídio ocorrida em agosto de 2012, na travessa Alferes Costa, no bairro da Pedreira. A sentença saiu na noite desta segunda-feira (15).

A tentativa de homicídio que o ex-PM respondia ocorreu por volta das 17h do dia 5 de agosto de 2012, próximo ao canal da Pirajá, em Belém. O alvo era o advogado Luiz Augusto Pinheiro Cardoso. O procurador de Justiça aposentado no Amapá acabou sendo assassinado dentro do próprio carro, no bairro do Jurunas, em Belém, em agosto de 2017.

A sessão foi presidida pelo juiz Edmar Silva Pereira, da 1a. Vara do júri de Belém, no Fórum Criminal, no bairro da Cidade Velha.

A primeira ouvida no júri foi a delegada Marilene Pantoja, que, na época, presidiu o inquérito na Delegacia da Pedreira.

O PM Adonaide Ferreira, que apreendeu a motocicleta usada no crime pelo atirador, também foi ouvido na sessão.

Outro depoente foi um morador do bairro da Pedreira, que estava bebendo com a vítima. Ele disse não reconhecer o réu presente.

O ex-PM foi absolvido por maioria dos votos dos jurados. 

(DOL)



COMENTÁRIOS mode_comment