AOS 45 DO SEGUNDO

Turma da UFPA pede formatura antecipada para participar do Mais Médicos

POSTADO EM: Quarta-Feira, 05/12/2018, 20:34:04
ATUALIZADO EM: 05/12/2018, 20:50:53

zoom_out_map
Karina Zambrana/Ascom/MS

Setenta recém-formados em Medicina pela Universidade Federal do Pará (UFPA) terão a entrega antecipada dos diplomas para esta próxima sexta-feira (7), data limite para inscrições no programa Mais Médicos.

Os finalistas solicitaram a antecipação da cerimônia das outorgas para se candidatarem no programa do Governo Federal no último dia das inscrições. Logo após a cerimônia, o Conselho Regional de Medicina do Pará estará recebendo os formados para conceder o número de registro necessário para inscrição no programa.

Segundo Sônia Bahia, coordenadora do Mais Médicos, no Pará 502 médicos já se inscreveram para trabalhar em algum dos 120 municípios paraenses que participam do programa e que antes eram atendidos por médicos vindos de Cuba. Restam 22 vagas.

De acordo com a UFPA, a outorga ocorrerá pela manhã. 

Os médicos selecionados pelo programa têm até o dia 14 de dezembro para se apresentarem nos locais de trabalho. De acordo com a coordenação do programa, ainda não existe um número definido de profissionais que desistiram do trabalho, mas já há registros das primeiras desistências no Pará. “Somente após as inscrições e o fim do prazo para apresentação é que o programa pode divulgar os dados”, finaliza Sônia.

UEPA

No final do mês, 36 alunos da Universidade do Estado do Pará (UEPA) também se formaram como médicos em uma cerimônia realizada antecipadamente.

Os então formandos solicitaram junto à universidade o adiantamento da solenidade das outorgas, marcada inicialmente para o dia 20 de dezembro, para que pudessem participar a tempo do programa Mais Médicos. Todos já haviam concluído 100% do curso e apenas aguardavam a formatura oficial.

(DOL)



COMENTÁRIOS mode_comment