AUTORIZAÇÃO FEDERAL

Hydro retoma atividades no Pará com 50% da capacidade

POSTADO EM: Terça-Feira, 09/10/2018, 10:00:33
ATUALIZADO EM: 09/10/2018, 10:15:46

zoom_out_map
Divulgação

A refinaria de alumina Alunorte retoma sua produção com 50% de sua capacidade após afirmar acordo com a Secretaria de Estado de Meio Ambiente e Sustentabilidade (Semas) nesta segunda-feira (8).

As atividades serão supervisionadas pela referida secretaria, como parte também da autorização excepcional do Ibama (Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis), que autorizou, no dia 5 de outubro, a refinaria utilizar a tecnologia de filtro prensa - tecnologia disponível para processamento de resíduos de bauxita.

Leia também:

A Alunorte opera com metade da capacidade desde março depois que autoridades estaduais do meio ambiente e a Justiça determinaram que a refinaria reduzisse a produção em 50%. Além de a Alunorte retomar as operações, a decisão permitirá que a mina de bauxita de Paragominas reinicie as entregas para a Alunorte com capacidade de 50%.

CRIME AMBIENTAL

A Hydro tem carregado um histórico negativo de ações contra o meio ambiente, a começar pela poluição causada por um vazamento em fevereiro deste ano, que culminou em uma sequência de denúncias por parte da população, a exemplo de canais clandestinos que contaminaram igarapés e a má distribuição de água e alimentos para as famílias afetadas pelo vazamento de rejeitos de minérios, motivando também a abertura de uma CPI federal para investigar o crime ambiental cometido pela empresa.

(Com informações de Assessoria)



COMENTÁRIOS mode_comment