TRANSTORNO

Construtora Guamá Engenharia atrasa obras de residencial e clientes ficam no prejuízo

POSTADO EM: Quinta-Feira, 13/09/2018, 20:37:03
ATUALIZADO EM: 13/09/2018, 21:48:49

zoom_out_map
Via Whatsapp

Depois de receber várias denúncias em relação ao atraso do Residencial Ilha do Marajó, a construtora Guamá Engenharia volta a ser mais uma vez cobrada em relação ao atraso de outro residencial, Ilha de Itaparica, localizado na Rua dos Ipês, no bairro de Levilândia, em Ananindeua. 

Alguns meses atrás a construtora foi alvo de reclamações, após a retirada do site do quadro com o cronograma da obra e ao prazo certo da entrega informado pela empresa com vários contratos com prazos vencidos, incluindo os prazos de tolerância.  

O mesmo está acontecendo com os compradores do residencial Ilha de Itaparica, onde vários compradores, questionam o atraso nas obras e na entrega de seus imovéis.

É o caso de uma cliente, que comprou o imóvel em 2015 e conforme estava no contrato, a entrega seria em dezembro de 2017, além do prazo de tolerância de 180 dias, que venceu em julho de 2018. 

Entrada do residencial apresentado pela Guamá Construtora. (Foto: Divulgação)


Foto tirada pelos compradores do imóvel. (Foto: Divulgação)

A cliente também ressalta que ao tentar entrar em contato com a construtora, os funcionários não sabem informar sobre o atraso, além do mal atendimento. 

Os atrasos nas obras e na entrega dos imóveis, não são os únicos problemas que a empresa está enfrentando, na última terça-feira (11), um operário, de 40 anos, morreu após cair do 3º andar das obras do empreendimento, ainda não tem informações se o operário estava com os equipamentos de proteção de segurança e nem a motivação do acidente. 

O DOL entrou em contato com a construtora Guamá Engenharia e aguarda um posicionamento em relação as denúncias dos compradores do empreendimento.

(DOL)



COMENTÁRIOS mode_comment