TÉCNICOS E DOCENTES

UFPA, Ufra e outras universidades vão paralisar atividades nesta quinta

POSTADO EM: Quarta-Feira, 06/06/2018, 11:02:48
ATUALIZADO EM: 06/06/2018, 16:26:23

zoom_out_map
Reprodução/Facebook

Servidores federais vão paralisar as atividades em todo o país nesta quinta-feira (7), contra à emenda 95, que determina um teto para os gastos públicos. Em Belém, o protesto está marcado para as 10h, na praça da República.

No caso dos técnicos em educação, a reposição de perdas salarias é também uma pauta central.

Técnicos administrativos da Universidade Federal do Pará (UFPA), Universidade Federal Rural da Amazônia (Ufra), Universidade Federal do Oeste do Pará (Ufopa) e Universidade Federal do Sul e Sudeste do Pará (Unifesspa) vão paralisar suas atividades de trabalho, segundo o Sindicato dos Trabalhadores das Instituições Federais de Ensino Superior no Estado do Pará (Sindtifes).

Ainda segundo o Sindtifes, outras categorias também participarão do movimento, como é o caso dos petroleiros e dos docentes UFPA.

“Nossa categoria já acumula mais de 25% em perdas salariais por falta de reajustes. Precisamos pressionar o governo para que seja estabelecida uma mesa de negociação quanto a isso”, diz Taís Ranieri. O congelamento das verbas para áreas sociais representado pela emenda 95 é, sobretudo, a pauta que unifica as reivindicações. Revogar essa emenda é essencial para que o país continue sobrevivendo”, afirmou a coordenadora geral do Sindtifes, Taís Ranieri.

FONASEFE

No dia 29 de maio, foi realizada a reunião do Fórum das Entidades Nacionais dos Servidores Públicos Federais (Fonasefe), em Brasília, com a presença de entidades da categoria para discutir os rumos das lutas para o próximo período.

Para Saulo Arcangeli, representante da CSP-Conlutas na reunião, é necessário incorporar à luta da categoria de servidores públicos as ações importantes do último período, como as greves de caminhoneiros, petroleiros, rodoviários e professores, por exemplo.

(DOL)

LEIA TAMBÉM



COMENTÁRIOS mode_comment