ESTELIONATO

Preso acusado de oferecer vagas de emprego falsas

POSTADO EM: Quarta-Feira, 16/05/2018, 21:05:39
ATUALIZADO EM: 16/05/2018, 21:10:34

zoom_out_map
Divulgação/Polícia Civil

Foi preso nesta quarta-feira (16) Marcos Adriano do Espírito Santo Gonçalves, de 35 anos, acusado de crime de estelionato, em Belém. Marcos se passava por assessor de políticos do Estado e oferecia vagas de emprego, em troca ele exigia o pagamento em dinheiro para fazer o cadastro dos interessados junto a órgãos públicos.

De acordo com a Polícia Civil, 13 vítimas compareceram ao prédio da Divisão de Investigações e Operações Especiais (DIOE), no bairro da Cidade Velha. Na ocasião, uma das vítimas alegou ter perdido mais de R$ 15 mil no golpe.

ESQUEMA

Além de se apresentar como assessor de políticos, ele contatava as pessoas por meio de ligações ou via redes sociais. “Levou as vítimas a acreditar que ele estava avaliando programas sociais e a presença do Estado no bairro onde moram as vítimas”, disse o delegado Neyvaldo Silva, diretor da DIOE.

Com confiança conquistada e a vaga de emprego oferecida nas secretarias, era cobrada um valor para que fosse providenciado o pagamento de certificações profissionais. Após receber os valores, ele trocava os números de contato e desaparecia.

DILIGÊNCIA

A prisão foi possível após instauração do inquérito policial. Marcos agora é investigado em mais quatro procedimentos policiais em andamento. Ele também foi preso em flagrante por estelionato no ano de 2015 e responde a mais dois processos criminais pelo mesmo motivo.

(Com informações da Polícia Civil)



COMENTÁRIOS mode_comment