PARAGOMINAS

Proprietários de barragens que romperam serão responsabilizados

POSTADO EM: Sexta-Feira, 13/04/2018, 11:49:47
ATUALIZADO EM: 13/04/2018, 11:52:45

zoom_out_map
Marco Santos/Diário do Pará

Os proprietários das barragens que romperam no município de Paragominas, no sudeste paraense, deverão ser responsabilizados na Justiça. Os rompimentos ocorreram durante a quinta-feira (12), quando uma forte chuva atingiu e alagou a região, deixando 300 famílias desabrigadas e pelo menos três mortos.

A informação foi divulgada nesta sexta-feira (13), pela Prefeitura local, que informou já estar realizando o levantamento de quantas propriedades registraram o rompimento de barragens, para autuar e aplicar multas aos próprietários. Além disso, a Prefeitura deverá também entrar com uma ação no Ministério Público para que sejam tomada as providências legais.

Na quinta-feira, alagamentos foram registrados em 14 bairros da cidade. Duas crianças e uma terceira vítima, ainda não identificada, morreram, e outas 15 pessoas ficaram desaparecidas. Os outros afetados pela enchente estão locados em abrigos improvisados em escolas, ginásios e igrejas.

CAMPANHA DE DOAÇÕES 

Várias correntes de solidariedade estão se mobilizando por doações para as vítimas da enchente.

Em Paragominas, arrecadações de água, alimentos e outros materiais, como roupas, colchões, redes e itens de higiene pessoal, estão sendo arrecadados no Centro de Convivência Socorro Gabriel (Secretaria de Assistência Social), Escola Sônia Terzella, Escola Irmã Maria Angélica Dantas, Escola Amador Peres, Escola Professor Raimundo Laureano da Silva Souza, CRAS Morada do Sol (Casequinha), CRAS Jaderlândia e CRAS Camboatã.

Já, em Belém, o Hotel Regente recebe doações para crianças e adultos, como colchões, roupas de cama, toalhas, kit de higiene pessoal e alimentos não perecíveis. Mais informações podem ser obtidas pelos telefones: (91) 3181-5000 / 98452-2027 (Belém).

Doações também estão sendo recebidas na loja Amazon Bike Store (rua Boaventura da Silva, entre a avenida Alcindo Cacela e a travessa Nove de Janeiro). Os contatos do local são 3348-6988 e 98305-2245. 

Há ainda pontos de entrega que estão sendo organizados por pessoas físicas e divulgados nas redes sociais: 

• Conselheiro Furtado, 1934, entre 14 de Março e Generalíssimo Deodoro. Ed Palácio Real, apto 1502. - Vitoria Zocatelli

• Diogo Moia, 77, entre Doca e Wandenkolk, edifício Village Platinum, ap 2302 - Amanda Coelho 

• Conselheiro Furtado, 2312, entre 14 de Março e Alcindo, torre Éden apto 1003 - Iasmim Salvador

• Edificio Rio Miño, 1226, Apto: 1807 na Gentil, entre 14 de Março e Generalíssimo - Bruna Lindenmayr

• Edifício Astória, 1782. Travessa 3 de Maio, entre Av. Gentil Bittencourt e Av. Conselheiro Furtado. Apartamento 10.002 - Laís Guimarães

(DOL)



COMENTÁRIOS mode_comment