LONGA ESPERA

UPA inaugurada por Zenaldo há dois meses só vai ser aberta no Dia da Mentira

POSTADO EM: Terça-Feira, 13/03/2018, 07:50:42
ATUALIZADO EM: 13/03/2018, 07:50:42

zoom_out_map
Irene Almeida/Diário do Pará

A Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) do bairro da Terra Firme, localizada na avenida Perimetral, foi inaugurada no dia do aniversário de Belém, 12 de janeiro. Exatos 60 dias depois, o local continua fechado, sem atendimento. Ontem de manhã era possível ver operários ainda trabalhando em serviços de acabamento do prédio.

O auxiliar de depósito Thiago Martins, 30, que mora às proximidades da UPA, presenciou a ‘cena’ da inauguração. No dia em que a Prefeitura Municipal apresentou o prédio à comunidade, várias autoridades estiveram no local, inclusive o prefeito Zenaldo Coutinho. Por causa da importância atribuída ao ato, o morador teve certeza de que o atendimento médico já iniciaria imediatamente. “Como já foi inaugurado, tem gente que vem de longe procurar atendimento aqui, mas ainda não está funcionando. Até hoje só quem fica aí é o vigilante”, contou. Diante da ausência do atendimento, Thiago conta que, quando fica doente, precisa se dirigir ao Pronto-Socorro Municipal do Guamá, sempre lotado. “A população se sente enganada com essa situação porque, quando inaugura é porque já vai funcionar”, criticou.

O mototaxista Salatiel Martins já transportou muitos passageiros que pensavam que o atendimento já havia iniciado. “Inaugurou, mas não funciona”, acusou.

Informações oficiais divulgadas pelo site de notícias da Prefeitura de Belém no dia da inauguração da UPA apontaram que, na época, a UPA já estaria “totalmente equipada para funcionamento ininterrupto no atendimento”. A notícia diz, ainda, que os serviços de atendimento seriam iniciados na unidade após o prazo de 50 dias necessários para a desinfecção hospitalar. Com dez dias de atraso, o que se via do lado de fora da unidade era a realização de serviços de acabamento. Ontem de manhã, um carrinho de mão com restos de material de construção estava na entrada da unidade. Um operário também se encarregava de pintar a grade lateral do prédio.

Para a autônoma Jeniffer Lima, 23, o atendimento médico já deveria ter iniciado há muito tempo. “Eles apressaram tudo para terminar a obra no aniversário de Belém, mas agora estão aí parados”, disparou.

No local, segundo informações de bastidores, o novo prazo para o início do funcionamento da UPA seria 1º de abril. A Prefeitura não confirmou a data. Em nota, a Secretaria Municipal de Saúde (Sesma) informou apenas que “fez uma programação de remanejamento de pessoal do HPSM do Guamá para a nova UPA da Terra Firme, para deixar o hospital do Guamá pronto para o início da reforma, que também terá ampliação e mudança de média para alta complexidade”. A nota também informa que a secretaria “ainda que está no aguardo da liberação de recursos para o início das obras no hospital e, consequentemente, o remanejamento dos servidores”.

(Cintia Magno/Diário do Pará)



COMENTÁRIOS mode_comment