SOLIDARIEDADE

Família continua vendas de biscoitos para realizar sonho do pequeno Miguel

POSTADO EM: Segunda-Feira, 08/01/2018, 18:27:24
ATUALIZADO EM: 08/01/2018, 18:37:10

zoom_out_map
Reprodução/Facebook

A família do pequeno Miguel, de 3 anos, cuja família luta para arrecadar fundos para uma cirurgia de lábio palatina, através da venda de biscoitinhos, contou ao DOL nesta segunda-feira (08), que conseguiu bater a meta da venda de 650 potes para custear a passagem até São Paulo. 

Agora a família está produzindo mais 500 potes para custear a hospedagem. “A meta dos 650 potes das passagens conseguimos bater ontem (domingo, 07). Agora vamos para os 500 potes da hospedagem e temos até quinta-feira (11) para conseguir”, conta Thaty Mota, mãe de Miguel. 

Ela diz ainda que as pessoas podem ajudar, além de comprar os potinhos de biscoito, doando trigo, açúcar e margarina. 

“As vendas estão boas e esperamos conseguir nossa meta. Ganhamos uma grande ajuda com a parceria do ‘espaço Café’ de uma loja de informática, que além de ceder o formo para a produção, também está oferecendo os biscoitos aos clientes. 

Atualmente a família conta com três pessoas na produção dos biscoitos, além de dois entregadores e duas pessoas na logística.

CORRENDO CONTRA O TEMPO

No próximo dia 17 de janeiro, o pequeno Miguel terá sua terceira cirurgia em Bauru, São Paulo. Atualmente já foram vendidos mais de 400 potinhos de biscoito (dos 650), mas Thaty disse que precisam fechar mais alguns para suprir os custos da hospedagem.

Apesar da cirurgia ser apenas no dia 17, ela e o filho precisam seguir para São Paulo no dia 11 (próxima quinta-feira), ou seja, estão todos correndo contra o tempo para realizarem as entregas e arrecadarem os fundos necessários.

Vendas

As vendas dos biscoitos são feitas por "delivery" (entregas feitas em domicílio). Então quem tem interesse em comprá-los, ou quer doar materiais para a produção, dinheiro ou oferecer qualquer tipo de serviço, pode entrar em contato com a Thaty pelo telefone/whatsapp (91) 98296-8428, além do Facebook e do Instagram.

(DOL)



COMENTÁRIOS mode_comment