VEJA COMO CONSEGUIR

Faculdades oferecem mais de 43 mil bolsas no Pará

POSTADO EM: Quinta-Feira, 07/12/2017, 07:51:14
ATUALIZADO EM: 07/12/2017, 07:54:32

Com o Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) cada vez mais restrito e o desemprego ainda em alta, principalmente entre os jovens, sobram vagas no Ensino Superior privado. Para manter as salas cheias, faculdades oferecem descontos em forma de bolsa de estudo. O Quero Bolsa, plataforma de inclusão ao Ensino Superior, oferece bolsas de até 80% de desconto. Apenas no Pará há mais de 43 mil oportunidades em 31 instituições de ensino, para cursos de graduação e pós-graduação, nas modalidades presencial e a distância (EaD). Na Grande Belém são mais de 12 mil vagas em 22 faculdades. Desse modo, o estudante que já sabe qual carreira seguir tem desde já a chance de garantir a vaga para o 1º semestre de 2018 por um preço reduzido durante todo o curso. 

OPORTUNIDADES 

Entre as instituições que oferecem benefícios para quem deseja se matricular antecipadamente estão Estácio, Fapen, Fapan, IPGC, Instituto Venturo, Famaz, UniRedentor, Esmac, Instituto Leal de Pós-Graduação e Estratego Pós-Graduação. Vale ressaltar que parte da oferta de bolsas possui condições especiais e é identificada no site com o ícone "Matrícula Antecipada". De acordo com o diretor de relações institucionais do Quero Bolsa, Marcelo Lima, “a cada ano que passa, observamos uma quantidade maior de estudantes interessados em garantir antecipadamente sua matrícula. Normalmente, nesse período, as instituições disponibilizam as bolsas mais vantajosas para quem pretende estudar no próximo ano”, afirma o executivo.

Ele explica que a opção também é uma alternativa palpável para o estudante que não deseja carregar dívida futura com programas de financiamentos estudantis. Além disso, o aluno que adquire a bolsa por meio da plataforma assegura o percentual de desconto até o fim do curso. Para conseguir o benefício, basta fazer a inscrição no site e, em seguida, pagar a pré-matrícula. Tudo isso sem qualquer burocracia ou necessidade de comprovação de renda. “Após concluir o processo na plataforma, basta comparecer à instituição de ensino escolhida para prosseguir com os trâmites da matrícula”, finaliza Marcelo Lima.

(Diário do Pará)



COMENTÁRIOS mode_comment