PREPARAÇÃO

Indústria quer mão de obra qualificada

POSTADO EM: Terça-Feira, 24/10/2017, 07:45:43
ATUALIZADO EM: 24/10/2017, 08:15:52

zoom_out_map
Octávio Cardoso/Diário do Pará

Por influenciar diretamente na perda de produção, a qualificação técnica dos profissionais que atuam na indústria sempre foi uma demanda do setor. Com um leque de atuação que vai desde a área de alimentação até a de mineração e construção civil, a qualificação profissional voltada para o segmento da indústria pode proporcionar uma boa oportunidade para quem deseja se recolocar no mercado. O diretor da unidade operacional do Senai-Cedam, Carlos Fernando Silva, explica que a própria listagem de cursos disponibilizados pelo Senai já sinalizam uma perspectiva do tipo de profissional que o mercado procura, já que os cursos são oferecidos a partir da própria demanda apontada pelas indústrias – que são as próprias mantenedoras da instituição de ensino profissionalizante.

“O Senai não disponibiliza cursos que não demandem para o mercado porque nós sempre buscamos fazer as prospecções com as indústrias para saber a necessidade delas“.Na maioria das vezes, as pessoas que procuram pelos cursos de qualificação são profissionais que estão desempregados ou que buscam uma requalificação ou aperfeiçoamento. O diretor regional do Senai Pará, Dário Lemos, aponta que, no ano de 2016, 65 mil profissionais foram formados pela instituição no Estado e a perspectiva é aumentar o número em 2017. “Para esse ano, estamos com a meta de formar 75 mil profissionais no Pará”.De acordo com o diretor regional, as áreas que mais demandam mão de obra hoje no Pará são a de metalomecânico - que formam mecânicos industriais -, manutenção de equipamentos e máquinas, e mineração. “Há estudos que apontam que os profissionais que possuem curso técnico ganham de 18% a 20% acima dos que não possuem o curso”. Com o objetivo de justamente despertar para a possibilidade de recolocação e crescimento profissional no mercado de trabalho, o Diário Emprega apresenta três cursos bastante procurados na área da indústria no Pará.

MECÂNICA AUTOMOTIVA

O curso de mecânica automotiva é voltado para qualquer pessoa que tenha interesse na área. O instrutor de mecânica do Senai, Vinícius Franco, destaca que não existem pré-requisitos específicos exigidos para quem pretende se qualificar nesta área. “Não temos uma exigência específica. O que eu costumo dizer é que a pessoa tem que gostar de mexer com veículos, motores, etc”. O curso é voltado para formar o profissional que vai atuar na parte corretiva dos veículos, ou seja, o mecânico de oficina. A atuação pode ir desde as oficinas comuns espalhadas pela cidade até as oficinas de pátio de indústrias. A formação do curso é dividida em módulos, sendo que o primeiro – com duração de 220 horas/aula – é pré-requisito para que o aluno, posteriormente, possa vir a cursar os demais de aperfeiçoamento. No curso de qualificação, o aluno aprende sobre os conceitos mecânicos, princípios de funcionamento, para que serve cada peça dentro do motor, etc. A partir do entendimento do funcionamento dos veículos, os cursistas aprendem avaliar, desmontar e recuperar os motores. O curso também trabalha com cálculo, porém, são cálculos básicos proveniente da matemática aprendida ainda no 1º grau. De acordo com Vinícius, após esse período inicial de treinamento, o aluno sai “apto a desenvolver a atividade de mecânico”.

MECÂNICA DE MOTOCICLETA

Os princípios da mecânica de motos seguem basicamente os mesmos da mecânica de automóveis maiores, porém com especificidades que precisam ser consideradas – o tamanho e a própria estrutura de cada veículo. O curso de qualificação voltada para motocicletas tem duração de 160 horas/aula, período em que os alunos vão aprender sobre o funcionamento e componentes das motos, a parte de desmontagem e montagem, suspensão dianteira e traseira, a área de elétrica e eletrônica e tecnologia avançada voltada para os veículos de duas rodas. Instrutor do curso de mecânica de motocicletas do Senai, Rosivaldo Garcia explica que a área é bastante promissora, sobretudo no que diz respeito à área de eficiência energética. “Nós temos os veículos elétricos e, futuramente, as motocicletas que se locomovem a partir da eletricidade também estarão ganhando mais espaço no mercado”.Seguindo a lógica de organização em módulos, o curso de mecânica de motocicletas também exige a realização primeira do curso de qualificação para que, posteriormente, caso seja de seu interesse o aluno possa realizar cursos de aperfeiçoamento. Seguindo as perspectivas futuras do mercado, o curso de aprimoramento mais procurado é o que envolve atualização em relação às motos eletrônicas.

COSTURA INDUSTRIAL DO VESTUÁRIO

Sem exigir qualquer experiência prévia, o curso de costura industrial do vestuário dá toda a noção necessária para que o aluno consiga atuar com a máquina industrial e confeccionar diversas peças de vestuário, desde camisas, vestidos, bermudas, etc. Instrutora de confecção com vestuário e modelagem, Josilene Garcês explica que o curso ensina desde a postura ergonômica e coordenação que a pessoa deve ter até a operação da máquina e noções de modelagem em tecido plano e malha. “O posicionamento na máquina já faz toda a diferença. Não se pode sentar de qualquer jeito, até para evitar os cansaços prematuros”.Capacitados para atuar em empresas de confecção, os alunos também adquirem a possibilidade de montar seus próprios negócios, já que com uma única máquina ele já consegue iniciar um faturamento. Josilene explica que o mais necessário é manter a atenção durante a costura. “É preciso ter concentração e atenção, porque costurar não é tão simples quanto se imagina”.O curso de qualificação tem duração de 230 horas/aula e, após a conclusão, os alunos interessados também podem optar por fazer os cursos de aperfeiçoamento, como o de moda praia, por exemplo.

SERVIÇO

- No site do Senai, está disponível a lista com os cursos que estão com inscrições abertas. Mais informações podem ser obtidas pelos telefones 4009-4770 / 4009-4761/ 4009-4754.

(Cintia Margno/Diário do Pará)



COMENTÁRIOS mode_comment