TRÂNSITO

Avenida Bernardo Sayão é interditada; veja as mudanças nas rotas de ônibus

POSTADO EM: Quarta-Feira, 13/09/2017, 10:42:22
ATUALIZADO EM: 13/09/2017, 10:59:49

zoom_out_map
Agência Belém

A partir desta quarta-feira (13), quem for passar pelo cruzamento das avenidas Bernardo Sayão e José Bonifácio, no Guamá, deve ter paciência. O trecho ficará interditado por, no mínimo, 30 dias. Segundo a Prefeitura de Belém, qualquer sobrepeso próximo à escavação pode causar desmoronamento, daí a necessidade de mudança de rota.

Apenas uma faixa da José Bonifácio estará disponível para circulação. Ao longo do mês, será realizada a obra de assentamento de aduelas para a galeria de macrodrenagem.

As linhas de ônibus que atendem o local terão os itinerários alterados pela Semob, até que os serviços no trecho sejam concluídos.

MUDANÇAS NAS LINHAS DE ÔNIBUS

As linhas UFPA – Pedreira, UFPA – Padre Eutíquio, UFPA – Alcindo Cacela, UFPA – Ver-o-Peso e Ceasa – Ver-o-Peso, que trafegam pela Bernardo Sayão, em direção à José Bonifácio ou à UFPA, desviarão o percurso pela Avenida Alcindo Cacela, Rua São Miguel, Travessa Nove de Janeiro, Rua dos Caripunas, Avenida José Bonifácio, a destino.

A linha Ceasa – Felipe Patroni, no sentido bairro/centro, virá pela Rua dos Pariquis, Alcindo Cacela, Bernardo Sayão e Avenida Roberto Camelier, a destino.

As linhas de ônibus que saem da UFPA seguirão normalmente pela Perimetral, Augusto Corrêa, Bernardo Sayão, José Bonifácio, a destino, exceto as linhas UFPA – Centro Histórico, Cremação I – Estrada Nova e Cremação II – Alcindo Cacela, que iniciarão e terminarão a viagem em um terminal provisório, que funcionará na Praça Princesa Isabel. Essas linhas não terão mais acesso à UFPA no período de interdição.

Uma linha "bagé", gratuita, será disponibilizada para que a população que reside na Bernardo Sayão, próximo à UFPA, na pista oposta à de circulação de veículos, seja transportada até a parada mais próxima.

(Com informações da Agência Belém)



COMENTÁRIOS mode_comment