VIOLÊNCIA E ABUSOS

'Meu pai deixou me estuprarem várias vezes por cinco anos', revela filha de mafioso

POSTADO EM: Quinta-Feira, 24/01/2019, 13:28:31
ATUALIZADO EM: 24/01/2019, 13:54:12

zoom_out_map
Divulgação

Com o consentimento do pai, Shoko Tendo foi escrava sexual da Yakuza, máfia japonesa, e estuprada seguidamente pelos integrantes durante cinco anos. As informações são do Extra.

Shoko não viveu o drama sozinha. É comum que jovens sejam abusadas por membros da Yakuza, com o consentimento do chefe da família. Ele, inclusive, permite que sua esposa seja vítima de abuso sexual para o prazer dos comparsas, assim como outros “liberam” suas mulheres para os demais integrantes da gangue.

Em um livro de memórias, Shoko conta que era levada para quartos de hotéis onde era estuprada várias vezes durante a noite. Ao fim, ela estava com feridas e escoriações.

A japonesa acabou ficando viciada em drogas, dadas a ela pelos estupradores. Aos 50 anos, Shoko precisou passar por cirurgias para se recuperar da violência e ainda recebe acompanhamento psicológico.

A Yakuza tem cerca de 35 mil membros e está envolvida com o comércio de órgãos humanos, prostituição, venda de escravas sexuais, assassinatos em massa e rituais bizarros, como a amputação de dedos (que funciona como identificação de membros do grupo).

(Com informações do Extra)



COMENTÁRIOS mode_comment