TRAGÉDIA

Pai bate e aperta filha até a morte porque ele não queria trocar a fralda

POSTADO EM: Sexta-Feira, 30/11/2018, 23:29:49
ATUALIZADO EM: 30/11/2018, 23:42:22

zoom_out_map
Reprodução/MCeara

Um homem foi acusado de homicídio na última semana, após um bebê de sete semanas morrer de ferimentos sofridos durante seus cuidados na Flórida, no Estados Unidos. 

Artem Eydelman, de 29 anos, teria supostamente deixado a bebê com fraturas no cérebro e costelas. “De acordo com sua confissão de que ele havia apertado seu abdômen”, informou os policiais locais. 

O homem não é pai biológico do bebê, mas assinou seu nome na certidão da criança. De acordo com uma testemunha, enquanto a mãe estava no trabalho, ele estava cuidava da bebê, mas não queria trocar a fralda.

Eydelman disse aos policiais, que alimentou a criança, depois a colocou no berço antes dela adormecer. Ele contou que dormiu em sua cama e depois de quinze minutos, retornou ao berço e encontrou a bebê sem respirar. 

No entanto, depois de várias contradições com suas declarações, os policiais descobriram mais tarde que ele havia batido na cabeça da menina e apertado sua barriga antes que ela perdesse a consciência, informou o Miami Herald. 

A menina foi encontrada sem vida, após não resistir aos ferimentos. Artem Eydelman foi preso e enfrenta uma acusação de homicídio, além de ser acusado de violar sua liberdade condicional e se encontra detido na cadeia do Condado de Pinellas. 


(Reprodução/MCeara)

No facebook, a mãe Mariah Samon, prestou uma homenagem à sua filha, confira: 

“Como você pode saber quando ele era nada além de gentil e gentil com Gwen na minha frente e o abuso aconteceu 1 vez em um ataque de raiva enquanto eu estava no trabalho. Eu acabei dei uma olhada nela durante o horário de almoço naquele dia. 2 horas antes do que acontecido, Artem disse que eles estavam no parque e ela estava sendo tão boa para ele. Também estou me mudando esta semana porque não posso nem mesmo ir até meu próprio quarto, sabendo que Artem confessou aquele ser onde o abuso aconteceu. Eu não quero usar meu próprio banheiro, porque eu penso em dar banhos Gwen e era o seu tempo favorito.“

(Com informações do MCeara)



COMENTÁRIOS mode_comment