DEBATE POLÊMICO

Presidente da Argentina descarta vetar lei do aborto, caso seja aprovada

POSTADO EM: Quarta-Feira, 11/07/2018, 09:19:52
ATUALIZADO EM: 11/07/2018, 09:40:43

zoom_out_map
Reprodução

Mesmo com o pedido feito por vários hierarcas da Igreja Católica, o presidente da Argentina Mauricio Macri descartou vetar a legalização do aborto, caso seja aprovada pelo Congresso. As informações são do UOL.

Segundo o chefe de gabinete Marcos Peña, “o presidente deixou claro que sua convicção sobre a importância de um debate republicano implica em respeitar o resultado desse acordo”.

A iniciativa que legaliza a interrupção voluntária da gravidez até a 14ª semana de gestação já foi aprovada em um primeiro debate pela Câmara de Deputados e será votada no Senado no dia 8 de agosto.

O debate no Congresso sobre a legalização do aborto foi promovido pelo presidente da Argentina, que, entretanto, sustentou que pessoalmente “é a favor da vida”.

Na América Latina, o aborto é legalizado no Uruguai e em Cuba. Já em El Salvador, Hondura e Nicarágua é totalmente proibido. Em quase todos os outros países, o aborto só pode ser feito em caso de risco de vida para a mulher, quando há inviabilidade do feto ou se a gravidez for fruto de um estupro.

E você, internauta, qual sua opinião sobre o assunto? É a favor ou contra o aborto?

Leia também:

(Com informações do UOL)



COMENTÁRIOS mode_comment