EXTERIOR

Avião militar cai na Argélia e deixa mais de 250 mortos

POSTADO EM: Quarta-Feira, 11/04/2018, 11:05:04
ATUALIZADO EM: 11/04/2018, 14:28:20

zoom_out_map
Reprodução/Youtube

A queda de um avião militar próximo a cidade de Argel, capital argelina, na manhã desta quarta-feira (11), deixou 257 mortos, disse o Ministério da Defesa local, sendo 247 passageiros e dez tripulantes.

A maior parte dos mortos é de soldados do Exército argelino. Entre as vítimas estão também ao menos 26 membros do Polisario, um grupo apoiado pelo governo argelino que luta pela independência do Saara Ocidental, território disputado com o vizinho Marrocos.

É o maior número de mortos causados por uma queda de avião em quatro anos, desde que uma aeronave da Malaysia Airlines caiu após ser atingido por um míssil quando sobrevoava a Ucrânia, deixando 298 mortos em julho de 2014.

Antes disso, o maior acidente tinha acontecido em 2003, quando um avião militar iraniano modelo Ilyushin Il-76, de origem russa, caiu quando sobrevoava uma área montanhosa do país, matando os 275 passageiros a bordo.​

O avião que caiu nesta quarta é do mesmo modelo do iraniano. A aeronave de origem russa caiu em uma fazenda logo após decolar da base militar de Boufarik, no norte do país, a 30 quilômetros de Argel.

Ele tinha como destino uma base militar na cidade de Bechar (720 quilômetros a sudoeste de Argel, próximo da fronteira com o Marrocos).

Antes, porém, iria fazer uma parada em Tindouf (700 quilômetros ao sul de Bechar) cidade onde vivem milhares de refugiados do Saara Ocidental e que faz fronteira com o território disputado.

Não há informações ainda sobre o número exato de pessoas a bordo ou se há pessoas feridas. Também não há detalhes obre a causa do acidente.

É o primeiro acidente com um avião militar no país desde fevereiro de 2014, quando 77 pessoas -entre militares e seus familiares- morreram na queda de um Hercules C-130 a 500 quilômetros da capital Argel.

MORTES EM INCIDENTES COM AVIÕES

1. 11 DE SETEMBRO - NOVA YORK, WASHINGTON E PENSILVÂNIA
11.set.2001
American Airlines 11, United 175, American Airlines 77 e United 93
2 Boeing 767 e 2 Boeing 757
2.996 mortos (incluindo mortos no World Trade Center e Pentágono)
Voos sequestrados por terroristas

2. TENERIFE (ILHAS CANÁRIAS)
27.mar.77
KLM 4805 E Pan Am 1736
2 Boeing 747
583 mortos
Choque entre aviões no aeroporto

3. MONTE OSUTAKA, JAPÃO
12.ago.85
JAL 123
Boeing 747
520 mortos
Despressurização súbita

4. CHARKHI DADRI, ÍNDIA
12.nov.96
Saudia 763 e Kazakhstan Airlines 1907
Boeing 747 e Ilyushin II-76
349 mortos
Colisão entre aeronaves no ar

5. PERTO DE PARIS
3.mar.74
Turkish Airlines 981
McDonnell-Douglas DC-10
346 mortos
Descompressão súbita após uma porta se soltar

6. COSTA DA IRLANDA
23.jun.85
Air India 182
Boeing 747
329 mortos
Bomba colocada no avião por terroristas sikhs

7. RIAD (ARÁBIA SAUDITA)
19.ago.80
Saudi Arabian Airlines 163
Lockheed L-1011
301 mortos
Avião conseguiu pousar após incêndio a bordo, mas passageiros e tripulação morreram no fogo

8. FRONTEIRA ENTRE UCRÂNIA E RÚSSIA
17.jul.2014
Malaysia Airlines 17
Boeing 777
298 mortos
Provavelmente atingido por um míssil por forças pró-Rússia

9. ESTREITO DE HORMUZ (PERTO DO IRÃ)
3.jul.88
Iran Air 655
Airbus A300
290 mortos
Atingido por dois mísseis norte-americanos

10. KERMAN (IRÃ)
19.fev.2003
Avião militar
Ilyushin Il-76
275 mortos
Mau tempo causou acidente nas montanhas

11. CHICAGO (EUA)
25.mai.79
American Airlines 191
McDonnell Douglas DC-10-10
273 mortos
Falha mecânica

12. LOCKERBIE (ESCÓCIA)
21.dez.88
Pan Am 103
Boeing 747
270 mortos
Bomba colocada no avião por terrorista líbio

13. PERTO DE SAKHALIN (URSS)
1.set.83
Korean Air Lines 007
Boeing 747
269 mortos
Derrubado por caça após invadir espaço aéreo soviético

14. NOVA YORK
12.nov.2001
American Airlines 587
Airbus A300
265 mortos
Provável erro de piloto na decolagem

15. NAGOYA (JAPÃO)
26.abr.94
China Airlines 140
Airbus A300B4
264 mortos
Provável erro de piloto no pouso

16. JIDDAH (ARÁBIA SAUDITA)
11.jul.91
Nigeria Airways 2120
Douglas DC-8
261 mortos
Incêndio a bordo após decolagem

17. ILHA ROSS (ANTÁRTIDA)
28.nov.79
Air New Zealand 901
McDonnell Douglas DC-10
257 mortos
Colisão em montanha

17. ARGEL (ARGÉLIA)
11.abr.2018
Avião militar
Ilyushin Il-76
257 mortos
Sem informações
(FolhaPress)



COMENTÁRIOS mode_comment