EXTERIOR

Atriz pornô diz ter sido ameaçada por causa de relação com Donald Trump

POSTADO EM: Domingo, 25/03/2018, 21:49:03
ATUALIZADO EM: 25/03/2018, 21:57:12

zoom_out_map
Divulgação

Numa das entrevistas mais aguardadas do ano, Stephanie Clifford, a atriz pornô que diz ter tido um "affair" com o presidente dos EUA, Donald Trump, afirma que foi ameaçada em um estacionamento por um homem que lhe disse para "deixar Trump em paz".

Ao programa 60 Minutes, ela contou que, em 2011, um homem se aproximou dela e de sua filha em Las Vegas quando as duas estavam a caminho de uma academia de ginástica: "Ele pediu que me esquecesse daquela história [o relacionamento com Trump]."

Segundo Clifford, o interlocutor disse que a filha dela era uma menina linda e que seria lastimável que algo acontecesse à mãe.

O episódio aconteceu, na versão da atriz, depois que circulou a notícia de que uma entrevista dela sobre o caso com Trump para a revista In Touch seria publicada —o veículo pagou cerca de R$ 50 mil pela história.

Em outubro de 2016, ela assinou um acordo com a campanha de Trump para ficar em silêncio sobre o ocorrido.

“Recusei muito dinheiro porque não queria ser rotulada de tudo que estou sendo agora e não gostaria que minha família sofresse por isso. Disseram que eles poderiam fazer da minha vida um inferno se eu não assinasse o acordo”, afirmou a atriz, sobre a pressão de Michael Cohen, um dos advogados de Trump que tentaram silenciá-la.

Esse advogado, que diz não ter sido reembolsado pelo presidente , contou ter pagado quase R$ 500 mil pelo silêncio de Clifford porque entendia ser isso o que deveria fazer por seus clientes abastados.

Na entrevista, Cliffor deu detalhes do dia em que diz ter feito sexo com o ocupante da Casa Branca depois de bater no traseiro dele com uma revista em que ele aparecia.

“Não gosto de ouvir as pessoas me chamando de oportunista. Nunca disse que fui vítima, e me usar para dizer isso não ajuda a luta de ninguém”, afirmou ela.

De acordo com Clifford, Trump não usou camisinha durante o ato sexual com ela.

“Ele nunca me pediu para manter segredo sobre isso”, disse ela, lembrando que conversava com ele no viva-voz enquanto estava com amigos. “Não sou cega. Sabia que tudo isso era algo de negócios.”
(Folhapress)



COMENTÁRIOS mode_comment