CULPA DA ESCOLA?

Garoto é agredido na escola depois de pedir ajuda ao professor

POSTADO EM: Sábado, 03/02/2018, 17:13:14
ATUALIZADO EM: 03/02/2018, 17:13:14

Uma criança com problemas de saúde foi agredida pelos colegas em uma escola de San Antonio, no Texas, Estados Unidos.

A mãe, Valerie Lozano, acusou a escola de negligência pois não fez nada para que o ocorrido fosse evitado. Segundo ela, um professor sabia que as agressões estavam prestes a acontecer, mas não esboçou reação para impedir. O garoto já havia pedido ajuda ao docente e aos diretores, que prometeram ajudar mas nunca fizeram nada.

Ela disse que seu filho, Michael, sofre de ansiedade e depressão. Agora, ele não quer mais ir a escola e tem dificuldades para comer e dormir. “Eu senti que queria desmaiar e chorar”, disse o garoto. “Estou com medo. Estou aterrorizado pelo resto da minha vida”, lamentou Michael.

Valerie compartilhou imagens do garoto. Nas fotos e no vídeo compartilhado na internet, o garoto aparece sangrando. Ela alegou que o professor em sala não parou o que estava fazendo para intervir na briga.

O garoto após as agressões. (Foto: Facebook)                     

Porém, outros estudantes dizem que o menino que era o instigador das agressões. A escola disse que ele a “alteração era mútua”.

O Distrito Escolar Independente do Sudoeste, responsável pela instituição, publicou um comunicado: "Na quinta-feira, 25 de janeiro, por volta das 15 horas, dois estudantes participaram de uma altercação mútua que foi imediatamente interposta por um policial do SWISD. Devido à FERPA, não podemos divulgar ações disciplinares contra os alunos, mas podemos dizer que ambas as partes cumpriram as diretrizes do funcionário. Estamos continuando a investigar o incidente. Levamos a segurança dos alunos muito a sério e monitorar os relatórios de bullying e assédio assim que os recebemos". 

(Com informações de Mirror)



COMENTÁRIOS mode_comment