MISÉRIA NA CHINA

Garoto chinês tem cabelo congelado após andar mais de 1h para escola

POSTADO EM: Sexta-Feira, 12/01/2018, 16:46:28
ATUALIZADO EM: 12/01/2018, 16:50:27

zoom_out_map
Reprodução

A foto de um menino chinês que chegou à escola com os cabelos congelados se tornou mundialmente conhecida nesta sexta-feira (12) e sensibilizou milhares de pessoas, principalmente por mostrar a situação enfrentada por famílias pobres no intenso inverno que atinge o país asiático.

O pequeno Wang Fuman, de oito anos, caminhou uma hora e meia em uma temperatura de 9º C negativos. O percurso sofrido fez com que ele ficasse com os cabelos, as sobrancelhas e os cílios congelados, além das mãos machucadas pelo frio. O menino ainda estuda em uma sala sem aquecimento.

A foto foi tirada por uma professora. O diretor da escola disse que o menino é ótimo aluno em matemática e tira notas altas.


Wang recebeu roupas após a foto viralizar. Foto: Reprodução

Miséria na China

O garoto reside na zona rural de Ludian, na província de Yunnan, no sudoeste do país. Na escola, os pequenos recebem o café da manhã, com pães e biscoitos, e almoços, já que muitos deles vão para as aulas sem comer.

Fuman é uma das crianças deixadas para trás pelos pais, que partem para a cidade em busca de emprego por questões econômicas e os visitam raramente. A criança vive com a irmã e a avó.

De acordo com o jornal "South China Morning Post", depois que a imagem ganhou o mundo, o pai do menino teria recebido uma oferta de emprego na cidade em que Fuman vive, e a escola recebeu um grande repasse em dinheiro feita por autoridades locais.

Os 81 alunos também teriam recebido peças de roupas adequadas para o inverno e equipamento de aquecimento de ambiente doados por uma empresa. O emprego para o pai da criança também foi oferecido pela empresa.

(Com informações do portal UOL)

 



COMENTÁRIOS mode_comment