COMIDA VALORIZADA

Festival Estrela Azul exalta a rica culinária paraense

POSTADO EM: Domingo, 04/11/2018, 09:40:23
ATUALIZADO EM: 04/11/2018, 09:47:13

zoom_out_map
Celso Rodrigues/Diário do Pará

O circuito gastronômico mais concorrido de Belém atrai cada vez mais visitantes. São 26 os restaurantes participantes nesta segunda edição do Festival Gastronômico Estrela Azul, promovido pelo DIÁRIO, que iniciou no último dia 24 e vai até o dia 18 deste mês. Nesses 25 dias os restaurantes oferecem pratos deliciosos a um preço bastante acessível, democratizando o acesso a uma gastronomia da alta qualidade. Aos domingos o movimento tem sido cada vez maior.

Cada um dos restaurantes participantes produziu um cardápio composto por entrada, prato principal e sobremesa, ao valor de R$ 49,90, que estará disponível para os clientes apenas no período do festival.

O mais novo restaurante do circuito é o “Sweet by Sisters”, especializado em aliar sabores da cozinha tradicional, especialmente a francesa e a italiana, ao paladar dos paraenses e ao conforto da cozinha “made in home”. Isabela Valle de Lima, sócia proprietária, diz que a expectativa em participar pela primeira vez do festival é grande.


(Foto: Wagner Santana/Diário do Pará)

“Eventos desse tipo são importantíssimos para a divulgação da culinária paraense e dos restaurantes, pois, além de nos motivar a quebrar as barreiras da cozinha tradicional ao adapta-las a nossa culinária, eles servem como incrementos da atividade turística, possibilitando a divulgação de nossa gastronomia e gerando o aquecimento do comércio local”, analisa a empresária, que tem como um dos pontos altos do restaurante a doceria, que foi responsável pelo início do negócio.

O mais interessante do evento, segundo ela, é oportunizar uma excelente refeição (entrada, prato principal e sobremesa) a um preço diferenciado para pessoas que não frequentam restaurantes de alto padrão em Belém. “As pessoas podem conhecer novas cozinhas, novos profissionais e fidelizamos novos clientes. Nossa expectativa está altíssima para essa edição”, comemora.

De entrada o restaurante serve canapés com beiju de tapioca. Como prato principal polpetone de filhote recheado com jambu e queijo e acompanhado de purê de pupunha. A sobremesa será tiramisu de açaí.


(Foto: Wagner Santana/Diário do Pará)

Luciana Fajardo, uma das proprietárias do Casa D’Noca, especializado em comida brasileira, diz que a iniciativa do DIÁRIO é importantíssima. “Festivais desse tipo, que já existem em muitos outros estados, proporcionam ao público opções de lazer, oportunidade de conhecer lugares novos e, ao mesmo tempo, ter experiências gastronômicas diversas a preços acessíveis”.

É um evento muito relevante porque, segundo ela, “atrai públicos diferentes e nos dá a chance de mostrar nosso potencial pra uma diversidade de frequentadores”. A entrada do restaurante é crocante de caranguejo (bolinho de caranguejo com maionese cítrica); o prato principal filhote crocante com arroz de jambu e creme de vatapá; e a sobremesa delícia de cupuaçu com farofa de castanha.

EXPECTATIVA

Lívia Meira, proprietária do restaurante Mango, especializado em comida saudável, disse que a perspectiva para essa segunda edição é a melhor possível. “Percebemos um aumento no fluxo de novos clientes interessados no prato criado para o festival. Festivais como esse são de suma importância pois divulgam a nossa culinária regional e movimentam os restaurantes, além de trazer clientes novos”.

Essa aproximação de pessoas de todas as classes sociais aos restaurantes e a oportunidade de conhecerem os melhores pratos servidos é fantástica, opina. “Notamos grande interesse por parte dos clientes em experimentar nosso menu especial para o festival”. O Mango serve no festival dupla de brusquetta (entrada), pirarucu fresco na crosta de castanha com arroz integral paraense (prato principal) e bolo de cenoura sem glúten e sem lactose (sobremesa).


(Foto: Irene Almeida/Diário do Pará)

O restaurante Bosque Sport Bar & Bowling, localizado no 1º piso do Shopping Bosque Grão Pará, está com um público ainda maior desde o primeiro dia do evento. De acordo com Eliezer Santos, o Pinduca, gerente do estabelecimento, ano passado a repercussão foi positiva. “É a primeira vez que participamos de um festival desse nível. Isso nos ajudou a divulgar o restaurante. Os clientes viram que não é só boliche que temos nesse espaço, mas também se surpreenderam com a qualidade dos cardápios e se tornaram clientes cativos”, afirma. Este ano não está sendo diferente. “É mais um motivo para participarmos novamente, pois o festival atrai um público novo e diferenciado”.

O estabelecimento foi o segundo restaurante escolhido pelas amigas Helena Imbiriba, Suely Bach e Marilene Freitas durante o Festival. Elas aprovaram com nota máxima o cardápio ofertado que tem como entrada empada com massa de jambu recheada de pato, no prato principal nhoque na manteiga de ervas com camarões ao pesto de manjericão e na sobremesa o manjar de coco com calda de maracujá e farofa de castanha.

“Viemos atrás do Festival e a nota é 10. Todos os pratos estavam deliciosos”, avalia Helena. Segundo Marilene, é nessas oportunidades que a amizade entre elas que começou no ambiente de trabalho, se fortalece. “O nosso grupo de amigos é maior e ano passado nos reunimos quatro vezes só para aproveitar o Festival”, diz. “E este ano pretendemos ir em mais uns três”, adianta Suely.

O casal Cristina Mileo, 50, e Gleidson Jucá, 45 também elogiou o Festival. “O valor, a apresentação e os pratos diferenciados nos atraem”, diz a servidora pública.

FESTIVAL

Pelo site do Festival (http://festivalestrelaazul. diarioonline.com.br/) os clientes podem avaliar os restaurantes participantes e comentar o que eles acharam dos cardápios.

RESTAURANTES PARTICIPANTES

  • A Forneria
  • Adega das Onze Enoteca
  • Amazon Beer
  • Avenida
  • Aviú
  • Beto Salomão
  • Bosque Sport Bar & Bowling
  • Boteco do Camarão
  • Brasileirinho
  • Buiagu
  • Casa de Noca
  • Cité
  • Decanter Enoteca
  • Famiglia Sicília
  • Grand Cru
  • Lá em Casa
  • La Traviata
  • Mama Emma
  • Mango
  • Manjar das Garças
  • Santa Chicória
  • Sweet by Sisters
  • Olho de Boto
  • Point do Açaí
  • Privilége
  • Tutto

COMO FUNCIONA

*26 restaurantes ofertam um cardápio desenvolvido exclusivamente para o Festival

*O menu é composto por entrada, prato principal e sobremesa.

*O preço para aproveitar as delícias é único, R$49,90 por pessoa.

*Para participar, basta se dirigir a um dos restaurantes participantes e solicitar o menu do Festival Gastronômico Estrela Azul.

PERÍODO

O Festival segue até o próximo dia 18 de novembro.

(Luiz Flávio e Michelle Daniel/Diário do Pará)



COMENTÁRIOS mode_comment