BABY DOL

Milagre da fé: ‘Descobri que estava grávida dentro da Basílica após quatro abortos’

POSTADO EM: Quinta-Feira, 04/10/2018, 11:09:46
ATUALIZADO EM: 04/10/2018, 11:14:05

zoom_out_map
Gabriel Caldas/DOL

Você acredita em milagres? Ana Cláudia Bayde e sua família mostram que, quando se tem fé, nada é impossível. Ela passou por sérios problemas durante quatro gestações sem sucesso, mas afirma que a vida dela mudou quando foi abençoada por Nossa Senhora de Nazaré.

Nas primeiras quatro gestações, um problema a impedia de manter a gravidez até o final. “Na penúltima, entrei em trabalho de parto. Senti muita dor, ficamos traumatizados”, relembra.

Ana Cláudia e Samuel creditam à Maria o milagre chamado Mariana. (Foto: arquivo pessoal)

No entanto, foi dentro da Basílica de Nazaré que Ana Cláudia e seu marido descobriram que estavam grávidos pela 5ª vez. “Lá mesmo começamos a chorar e entregamos para Nossa Senhora de Nazaré”, conta.

O milagre foi concedido. Contra todas as dificuldades, Mariana, hoje com 9 meses, nasceu saudável e cheia de vida.

ROMARIA DAS CRIANÇAS

A Romaria das Crianças reúne crianças e adultos que aproveitam para ficarem mais próximos da Imagem Peregrina, com o objetivo de construir e fortalecer a devoção mariana entre os pequenos.

Além do andor com a Imagem Peregrina, colocado sobre um carro puxado pela Guarda de Nazaré, seis carros de promessa embelezam a procissão, entre eles os quatro Carros de Anjos.

Crianças da catequese de várias comunidades da Arquidiocese de Belém, do Distrito de Mosqueiro e de outros municípios também participam da romaria, como uma iniciativa de introdução na tradição da Fé Mariana.

O carro dos Anjos é uma forma de aproximar os pequeninos da fé em Maria. (Foto: Cezar Magalhães/Arquivo)

HISTÓRIA

A primeira Romaria das Crianças foi realizada em 21 de outubro de 1990, com cerca de 1.500 participantes. Em 1994, o andor foi substituído pelo “Cibório” colocado em um carro. Até 1999, eram as esposas dos diretores da Festa de Nazaré que providenciavam tudo: desde a decoração até os atos litúrgicos. A partir de 2000, o Padre Francisco Silva pediu que a equipe de catequese da Basílica Santuário assumisse uma maior participação na organização da romaria. Neste mesmo ano foram inseridos dois carros: os anjos Custódio e Protetor da Cidade. Desde 2003, os quatro carros dos anjos – que participam ainda da procissão do Círio - também vão às ruas com a Romaria das Crianças.

REPORTAGEM: Andressa Ferreira/DOL

COORDENAÇÃO: Gustavo Dutra/ DOL

MULTIMÍDIA: Gabriel Caldas/DOL



COMENTÁRIOS mode_comment