MINERAÇÃO

Vale oferece vagas para profissionais em Moçambique

POSTADO EM: Terça-Feira, 10/07/2018, 19:01:25
ATUALIZADO EM: 10/07/2018, 19:11:11

zoom_out_map
Divulgação/Vale

A Vale abriu inscrições para profissionais com experiência em mineração que queiram apoiar a formação de jovens operadores em Moçambique, onde a empresa mantém uma mina de carvão. São 39 vagas para profissionais que tenham no mínimo 12 anos de experiência na operação de caminhões fora de estrada, escavadeiras e tratores de esteira de grande porte. As inscrições devem ser feitas pelo site da Vale até 15 de julho. 

Além do pacote de remuneração e benefícios, os contratados acrescentarão ao seu currículo uma vivência internacional de até dois anos e terão a chance de participar do crescimento do país africano.

Inaugurada pela Vale em 2011, a mina de Moatize produziu 11,3 milhões de toneladas de carvão em 2017 e é um dos principais investimentos de Moçambique. 

"Nosso objetivo é levar a experiência dos operadores do Brasil, onde a mineração tem muita tradição, para Moçambique, onde essa indústria é mais recente", explica Paula Eller,  gerente - executiva de RH . "Queremos que esses profissionais deixem um legado em Moçambique, ajudando a formar operadores no país". 

Os candidatos atuarão como instrutores de Operação de Mina. Eles devem ter Ensino Médio completo, um profundo conhecimento sobre os equipamentos e sobre normas de saúde e segurança e um perfil colaborativo e de liderança, além de estar disposto a morar no exterior por até dois anos. 
 
E foi a determinação de crescer na profissão e a disponibilidade de morar em outros país que levou o Orientador Operacional de Minas e Porto Especializado, Riverley Torres , a deixar o  Brasil e ter uma vivência em Moçambique. Foi  gratificante, um enriquecimento profissional, pessoal e cultural gigantescos, que até hoje eu não consigo mensurar e, a cada dia  eu vou percebendo o quanto isso foi bom para minha vida e ainda hoje estou colhendo esses frutos". Torres morou por seis anos em Moçambique,  de 2009 a 2016, atuando na área de treinamento de operação de mina e onde foi promovido para a função de supervisor. Atualmente, ele atua no Complexo S11D, em Canaã do Carajás. " Eu recomendo, com certeza, quem puder ir que vá sem a menor dúvida e busque viver e valorizar o local", recomenda.

O processo seletivo será composto de análise de currículo, entrevistas e exame prático. A previsão é que os contratados comecem a trabalhar em setembro.  

(Com informações da Vale)



COMENTÁRIOS mode_comment