DOL CONCURSOS

Veja porque prestar um concurso público é um excelente negócio

POSTADO EM: Terça-Feira, 10/07/2018, 15:18:47
ATUALIZADO EM: 10/07/2018, 17:36:03

Quando se trata de decidir se é melhor empreender, qualificar-se para conquistar um bom emprego na iniciativa privada ou preparar-se para o ingresso na carreira pública, não há consenso. Para dúvidas como essas, existem diversos argumentos razoáveis para defender cada um a sua preferência.

Com base nisso, o DOL Concursos quer ajudar você a decidir se vale a pena ou não investir em uma boa preparação para ingressar na carreira pública.

Normalmente, quem decide concorrer a um cargo público não pensa somente em uma vida confortável, uma carreira estável e algum status e prestígio, mas também almeja o poder para lutar por uma administração pública baseada em valores éticos e mais efetiva, eficiente e eficaz.

Claro que as vantagens em ser um servidor público chamam a atenção de qualquer um, mas também existem muitos deveres, proibições e responsabilidades. Afinal, quanto maior o poder, maiores as responsabilidades.

O ganho dos servidores que estão no topo da pirâmide hierárquica é quatro vezes maior do que a média paga na iniciativa privada para profissionais de formação e função semelhantes. Para se ter ideia, um diretor da Ambev, que segue uma rotina intensa e estressante de t trabalho e detém grandes responsabilidades – mas nenhuma estabilidade –, chega a ganhar menos do que um Auditor-Fiscal da Receita Federal.

Abaixo, você vai ver um comparativo entre o salário de alguns cargos de gerência em oito gigantes corporações, que tendem a pagar os mais altos salários da iniciativa privada, e a remuneração de cargos variados no funcionalismo público federal. As informações são do site da revista Exame.

É claro que não há como comparar o número de benefícios que um cargo público oferece, com os ganhos recebidos em uma empresa privada. Além disso, normalmente, em média as remunerações na iniciativa privada são bem inferiores às de diversos cargos na Administração.  

Entre os principais benefícios do funcionalismo público estão: como auxílio-alimentação e auxílio-saúde, estabilidade e garantia de progressão remuneratória.

O objetivo desse comparativo é mostrar a você, leitor, as melhores opções para que você decida qual caminho trilhar e é claro que a remuneração é um fator importante na hora de escolher uma carreira.  

Uma pesquisa conduzida pelo professor José Roberto Afonso, do Ibre/FGV, e publicada também no site da revista Exame, reforça nossa tese de que o serviço público é um excelente negócio. Segundo os dados ali reunidos, a elite estatal ocupa seis das dez profissões mais bem remuneradas do País. Em outras palavras, das dez categorias profissionais mais bem pagas do Brasil, seis compõem a chamada elite do funcionalismo público, e uma delas é de concessão pública – ou seja, não é considerada nem pública, nem privada.

Uma outra vantagem é que as carreiras públicas não impõem, como requisitos para ingresso e posse nos cargos, nem experiência, nem boa aparência, nem títulos específicos. Tampouco espera-se que os candidatos a uma vaga no serviço público residam em local próximo ao futuro trabalho, por exemplo. Nada disso. Por outro lado, exige-se do concursando muita vontade de ser aprovado e muito sacrifício, o suficiente para que ele abra mão de alguns prazeres e organize bem o tempo na agenda para a rotina de operário do estudo. A aprovação é mérito pessoal do candidato e advém de preparação adequada, de merecimento, de alguma inspiração e de muita transpiração.

Há outro dado, divulgado pelo Ministério do Planejamento, que deve fazer você, concurseiro de plantão, pensar bastante na possibilidade de se dedicar ainda mais aos estudos: nos próximos cinco anos, cerca de 40% dos mais de 1 milhão de servidores públicos federais atualmente na ativa terão condições de se aposentar. Especialmente agora, a tendência é que mais e mais servidores optem por fazê-lo, para não serem atingidos pelas significativas mudanças que o governo ameaça implementar nas regras de aposentadoria voluntária.

Outro fator que também chama atenção, é uma pesquisa do IPEA que indica que 20% da população com ensino superior completo ganha acima de R$ 5 mil por mês trabalhando no setor privado, enquanto que mais de 55% dos servidores públicos federais com a mesma qualificação ganharam 17 salários nessa faixas.

Ou seja, prestar concurso público é um excelente negócio. Se você, leitor, candidato, concurseiro, também se convenceu disso com base nos dados que apresentamos aqui, continue firme em seu projeto de mudança de vida.

Mas é claro que pra alcançar seu objetivo é necessário uma boa preparação. Na hora de investir, pense na fração mínima que esse valor representará no seu primeiro contracheque depois que você estiver empossado no cargo dos seus sonhos.

Sem dúvidas, você não quer correr o risco de perder as melhores oportunidades de concurso público disponíveis em todo o país.  Então, aproveite as chances que o DOL Concursos separa pra você diariamente. Aqui você encontra informações sobre todos os certames que estão abertos ou que ainda vão abrir em todo o Brasil.

Quer saber quais  os certames mais procurados da atualidade e os salários dos cargos ofertados? Inscreva-se abaixo e receba a relação.

Faça parte dessa rede!

 


 

(Com informações do Manual do Futuro Servidor)



COMENTÁRIOS mode_comment