TRABALHO

Candidatos participam da 1ª fase do concurso da Susipe

POSTADO EM: Segunda-Feira, 12/03/2018, 08:09:59
ATUALIZADO EM: 12/03/2018, 08:09:59

zoom_out_map
Ricardo Amanajás/Diário do Pará

Os quase 28 mil inscritos no concurso público da Superintendência do Sistema Penitenciário do Estado (Susipe) realizaram as provas para cargos de nível médio e superior ontem. Além de Belém, o exame foi realizado nos municípios de Marabá, Castanhal, Itaituba, Santarém e Altamira. Ao todo, são 469 vagas oferecidas.

As provas para os cargos de nível médio foram realizadas no período da manhã. O cargo com o maior número de inscritos foi para o de Assistente Administrativo para o polo da Região Metropolitana de Belém, com mais de 9 mil candidatos inscritos.

CANDIDATOS

Em Belém, o local de prova que reuniu o maior número de candidatos foi a Estácio/FAP, na rua Municipalidade. Passados apenas 15 minutos do horário em que já era permitido entregar a prova, alguns candidatos já deixavam o local.

Para o universitário Carlos Eduardo, 25 anos, a prova foi considerada boa e bastante atual. “O tema da redação tinha tudo a ver com o momento em que o País está passando”, destacou. “O tema era sobre privacidade na internet e o acesso a dados pessoais.”

O empresário João Victor, 24 anos, também considerou que fez uma boa prova. Ele conta que prestou o concurso para o cargo de nível médio como forma de teste, já que, a partir de agora, pretende se dedicar à realização de concursos. “O concurso ainda é uma boa opção de se firmar no mercado porque dá uma segurança maior”, considera. 

As provas para os cargos de nível superior foram realizadas no período da tarde, sendo o cargo de Técnico em Gestão Penitenciária – Pedagogo o que recebeu o maior número de inscritos, com 838 candidatos.

Apenas um candidato foi eliminado do concurso durante o período da tarde. O fato ocorreu em Castanhal, pelo fato de o celular dele ter tocado durante a prova. No total, 5 candidatos foram eliminados no primeiro domingo de prova pelo mesmo motivo. A realização das provas é apenas a primeira fase do concurso. Já a segunda é composta pela realização do curso de formação profissional, no Instituto de Ensino e Segurança do Pará (Iesp). (Com Agência Pará)

(Cintia Magno/Diário do Pará)



COMENTÁRIOS mode_comment