MÉDIO E SUPERIOR

Ibama reitera pedido para 1.529 vagas em concurso

POSTADO EM: Domingo, 11/02/2018, 12:14:10
ATUALIZADO EM: 11/02/2018, 12:14:10

zoom_out_map
Edivaldo Pereira/arquivo

No último dia 1 de fevereiro, o Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) reiterou junto ao Ministério do Planejamento, Desenvolvimento e Gestão (MPDG) o pedido de autorização para novo concurso público. Com isso, cresce a expectativa para que o ministro do Planejamento avalie a solicitação e libere o aval ainda em 2018.

O requerimento enviado em maio do ano passado solicita um total de 1.529 vagas. Das oportunidades solicitadas, 680 são para postos que estão em aberto e as outras 849 referem-se as que ficarão vagas no decorrer dos próximos três anos. Tais chances de reposição servirão para preencher as futuras aposentadorias, de modo que o quadro de pessoal não entre em crise com a falta de servidores.

As 680 oportunidades estão distribuídas entre as carreiras de analista ambiental (500) e analista administrativo (180). Já as demais 849 chances se destinarão ao preenchimento de todos os postos que ficarão em aberto, inclusive o de técnico administrativo.

Os empregos de analista ambiental e analista administrativo do concurso do Ibama exigem nível superior, enquanto a colocação de técnico administrativo aceita profissionais com ensino médio.

As remunerações iniciais correspondem a R$ 3.712,72 para técnico e a R$ 7.760,45 para analista. Nesses valores já está incluso o auxílio-alimentação de R$ 458.

É grande a expectativa para que o Planejamento conceda o concurso do Ibama, ainda mais que o órgão não tem seleções vigentes e enfrenta defasagem de pessoal, que deve ser acentuada no decorrer dos próximos anos.

Últimos concursos

O último concurso para analista ambiental do Ibama foi aberto em 2012, anunciando uma oferta de 108 vagas. Já para analista administrativo, o último certame foi realizado em 2013, para preenchimento de 61 postos. As duas seleções foram organizadas pelo Cespe/UnB.

(Diário do Pará e Jornal dos Concursos)



COMENTÁRIOS mode_comment